iPod School

WhatsApp ganhará opções de privacidade na próxima atualização

André BazagliaAndré Bazaglia

whatsapp

O popular e badalado WhatsApp, apesar de, na última semana, ter perdido para o Telegram no índice de novos downloads diários, continuará dominando o mercado de serviços de mensagens instantâneas para smartphones — seu número de usuários ativos é enorme e continuará crescendo, dificultando a popularização de qualquer app concorrente.

Recentemente, o app ganhou um update — o primeiro do período em que o serviço está sendo comprado pelo Facebook. Curiosamente, a novidade da atualização é uma nova opção de privacidade. Agora, usuários podem controlar a privacidade de três de suas informações preenchidas no perfil do WhatsApp: o horário de “visto pela última vez”, a foto de perfil e o status (aquele curto texto preenchido opcionalmente pelo usuário). Há a possibilidade de exibir cada um dos três dados publicamente (para qualquer pessoa), seletivamente (apenas para os contatos que o usuário tem salvo em seu aparelho) e de ocultá-los por completo, de maneira que eles não sejam exibidos para ninguém.

O WhatsApp sempre foi reconhecido por nunca se envolver em polêmicas relacionadas à segurança, enquanto outras redes sempre são questionadas no quesito privacidade. O Twitter vendeu, há mais de dois anos, o acesso ao seu banco de dados para duas empresas que revenderiam informações de usuários. Mas já que todos os tweets e detalhes preenchidos pelo usuário na rede são públicos e o usuário dela sabe disso, não podemos culpar a empresa do pássaro azul. A Google usa e abusa do que seus usuários acessam no Google Chrome e buscam nos sites dentro de seus domínios (como o google.com) para criar relatórios pessoas dos usuários da web — não é pura coincidência que os anúncios que você vê neste blog estão relacionados à algo do seu interesse. Eles são oferecidos pela Google, que usa seus cookies. Mas isso também já é previsto nos termos de uso da empresa. O Facebook, por outro lado, é a empresa mais contestada. A empresa comandada por Mark Zuckerberg tem, no seu banco de dados, dados que inclusive você apagou da sua conta, mas continuam lá. Eles não deixam nada sobre você passar, mesmo o que vai contra a política de privacidade/termos de uso da rede social. Se você não acredita nisso, leia esta matéria da Folha de S. Paulo.

Já que estamos condenados à um universo virtual aonde nenhuma empresa é confiável, que nos contentemos com atualizações de aplicativos que nos confortem no questito privacidade. A atualização do Whatsapp para iOS e Windows Phone chegarão provavelmente até o final desta semana. A atualização para Androids ainda não está disponível na Google Play. mas a nova versão (2.11.175) está disponível no site oficial do WhatsApp [link: Whatsapp para Android]

Programador, blogueiro, estudante de Engenharia de Computação. Em busca de deixar sua marquinha no universo.

  • No segundo parágrafo, está escrito: "Há a possibilidade de exibir cada um dos três dados publicamente (para qualquer um), seletivamente (apenas para os contatos que o usuário tem salvo em seu aparelho) e de ocultá-los por complexo, de maneira que eles não sejam exibidos para ninguém." Ao invés de ocultá-los por complexo é ocultá-los por completo não?

    Até mais.