Press "Enter" to skip to content

Tim Cook nunca quis processar a Samsung

tim-cook

É de conhecimento popular entre nossos leitores que a Apple e a Samsung não se dão muito bem. Em agosto de 2012, a marca da maçã mordida ganhou um processo contra a gigante sul-coreana nos EUA, que foi condenada a pagar uma multa de um bilhão de dólares [leia mais: “Apple ganhou da Samsung!” – 25/08/2012]. A partir daí, a relação entre as duas empresas foi de mal à pior. O tema era tão entusiástico que até elaboramos um editorial exclusivamente sobre ele [leia: “Editorial: Apple, Samsung, Google e blá blá blá…”].

Apesar da empresa sul-coreana inclusive fornecer chips para a Apple, que, aliás, foi uma das maiores clientes da Samsung, desde o ano passado as empresas estão se afastando. Primeiro com a chegada do processador A6, alterando a fornecedora dos chips chips ARMs. A Samsung foi substituída pela Unimicron Technology Corp., principalmente a partir do quatro trimestre de 2012. Mas quer saber de uma coisa? Tim Cook nunca quis que fosse assim – na verdade, ele nunca quis processar a Samsung.

Steve Jobs foi preciso e inflexível, do seu jeito bem radical, ao decidir que processar a Samsung era a coisa certa. Para Steve, era indiscutível que os valores de originalidade e inovação eram violados pela Samsung, que na opinião dele, claramente copiava ideias geniais da Apple. Não que Tim não concorda – ele concorda integralmente –, no entanto, ele nunca foi a favor de chegar ao ponto de processar a Samsung, e foi o que Jobs fez antes de morrer, em abril de 2011: fez a Apple entrar com uma ação contra a Samsung.

via TheVerge