Press "Enter" to skip to content

Subindo 26 posições, Steve Jobs é o 110º homem mais rico do mundo e o 34º nos Estados Unidos.

Com a recente atualização da revista Forbes de sua lista de homens mais ricos do mundo, Steve Jobs, CEO da Apple (afastado por problemas de saúde), pulou 26 posições e ficou em 110º lugar.

Em 2010 Steven Paul Jobs estava em 136º lugar, e no ano anterior, 178º. Hoje tem uma fortuna acumulada de 8,3 bilhões de dólares. Bill Gates, fundador da Microsoft, é atualmente o 2º colocado nesse ranking com US$ 56 bi.

 

Em março o fundador da Apple fez uma aparição surpresa no evento de anúncio do iPad 2, após tirar uma licença médica em janeiro. O loucamente criativo chefe da Apple transforma uma indústria multibilionária a cada poucos anos. Primeiro, computadores pessoais com o Apple II e o Macintosh; depois, filmes com a Pixar; música (iTunes), e celulares (iPhone). Agora o iPad é tratado como uma tábua messiânica, salvadora da indústria editorial. A Apple ainda vende computadores, mas duas vezes mais receita vem distribuição de músicas e aparelhos móveis. Ultrapassou aceleradamente a Microsoft, rival de longa data, como empresa de tecnologia mais valiosa, em maio. Ações da Apple incharam mais de 80% no último ano. Ainda assim, a maior parte da fortuna de Jobs vem da Disney: como maior acionista, ele tem cerca de US$4,4 bilhões em ações. Este desistente da Reed College fundou a Apple em 1976.

A Apple ultrapassou rapidamente a Microsoft em market cap, mas é difícil  que o Tio Jobs ultrapasse Bill Gates nesse ranking.