Press "Enter" to skip to content

Seu iPhone 4 pode estar espionando você.

Relatos perturbadores andam saindo dos fóruns de discussão da Apple, onde os usuários discutem a possibilidade do conjunto FaceTime do iPhone 4 estar capturando fotos sem o consentimento de seus respectivos donos.

 

Tudo começou com um usuário que reportou um inquietante acontecido, uma foto desconhecida, de algum dia anterior, aparecerá durante a chamada FaceTime. Entende-se por desconhecido, já que o usuário afirma, com certeza, não ter tirado aquela foto misteriosa.

 

Eu e meu namorado experimentamos o acontecido várias vezes – Quando um de nós chama o outro através do FaceTime, uma imagem antiga aparece congelada em nossa tela,  enquanto aquele que recebe a chamada vê apenas uma tela preta. É bastante assustador, porque ele trouxe até fotos de nós trabalhando, aonde utilizamos o FaceTime algumas vezes, mas nunca entre os nós dois. Não é terrivelmente inconveniente, mas é definitivamente inquietante, já que aparecem imagens de lugares que nós nunca tiramos fotos ou sequer usamos o FaceTime.

 

Mesmo sendo estranho, não temos como comprovar que essas imagens sejam salvas intencionalmente por alguma fonte externa ou até mesmo interna, mas como as imagens foram exibidas apenas no aparelho que a capturou, acredita-se que essas não foram transmitidas a terceiros. Igualmente estranho é o fato dos usuários afirmarem que nunca tiraram aquelas fotos, mas não seria a primeira vez que algum dono de smartphone tenha tirado uma foto de que não se lembre.

 

Porém, o mais provável é que este fato seja apenas mais um bug do iOS 4.3, talvez o iOS esteja utilizando a câmera para tirar todos ou até mesmo mantendo o buffer de alguma vídeo-chamada anterior enquanto a camera.app não inicia e relacionando-o com a chamada errada, caso seja isso, possivelmente será corrigido em atualizações posteriores, como a do iOS 4.3.2.

 

Bug ou não, esse fato levanta a dúvida: Estaria a Apple realizando algum projeto de inteligência espionando seus usuários?

Fonte.