Press "Enter" to skip to content

Quantidade de polegadas na tela do iPhone não deve mudar por um bom tempo

tim-cook

A cada três meses, a Apple divulga seus resultados financeiros. Ontem, dia 23 de abril, a empresa anunciou seus resultados do Q2, como já era planejado. Números e gráficos sempre conseguem nos mostrar de maneira bastante sólida o crescimento da gigante cupertiniana e quais de seus produtos estão ganhando mais espaço no mercado – paralelamente com os que estão saindo do desejo público e caindo, em vendas, diretamente num abismo sem volta.

A venda de iPhones teve um aumento considerável do ano de 2011 para 2012. Os quase 35 milhões de smartphones que foram vendidos em 2011 nos intervalos Q1 e Q2 mais que duplicaram no mesmo intervalo do ano seguinte: o número de 72 milhões foi atingido em 2012. Já em 2013, o crescimento do número de iPhones vendidos em relação ao ano anterior foi menor que 20% – valor bem distante do número anterior de 100%. Isso nos mostra que a explosão do iPhone já está estabilizando. Uma situação bem parecida acontece no mundo dos iPads. Macs seguem a mesmice de sempre: o gráfico de vendas do Mac segue uma linha quase-reta. Não há mudanças consideráveis de um intervalo para o outro. Apenas os iPods, velhos iPods… Cada vez são menos vendidos.

Além dos números, comentários específicos de Tim Cook chamaram bastante atenção da web inteira. Durante a conferência de ontem, Tim Cook foi questionados sobre várias afirmações feitas por ele mesmo. Agrupamos algumas informações interessantes:

  • Temos algo chegando no outono [norte-americano] e outras ótimas coisas chegando durante 2014 inteiro;
  • A Apple planeja lançar produtos de novas categorias, só não sabe-se quando;
  • Sobre rumores do lançamento de um iPhone com mais de 4 (ou até mais de 5!) polegadas, Tim Cook foi incisivo: na sua opinião, o iPhone 5 tem a melhor tela da indústria de celulares. Ele ainda completa dizendo que alguns consumidores valorizam telas grandes. Outros valorizam fatores como resolução, qualidade de cores, balanço de branco, refletividade, consumo de energia, compatibilidade de aplicativos e portabilidade. A concorrência fez algumas compensações nessas áreas com uma tela grande, e a Apple não fará iPhones com telas maiores enquanto essas compensações existirem.
É… Acho que o que a Samsung faz não é tão legal.