Press "Enter" to skip to content

Project Glass: o que esperar da proposta de revolução da Google?

google_glass

Inovações e revoluções tecnológicas são tão impactantes que causaram – e ainda causam – uma evolução sociocultural dentro do cenário humano. Assim como há vinte ou trinta anos era praticamente impossível, para pessoas comuns, prever a revolução dos computadores e o início de uma nova era, hoje também é difícil imaginar como serão as coisas de 2013 até o mesmo intervalo de tempo.

Empresas revolucionárias como a Apple, Microsoft e Google – três gigantes de mercado – tentam sempre nos aproximar de realidades futurísticas. A Apple recentemente (ou nem tanto: 2007) introduziu o iPhone, que revolucionou o mercado de celulares, e posteriormente o iPad, em 2010, que revolucionou o mercado de tablets. A Microsoft, de recentente, tem a inovação do design do Windows 8 e o Microsoft Surface. Já a Google é a proprietária do Android. E também do Orkut, rede social fundada em 2004 que não foi tão forte a ponto de acompanhar os passos largos e acelerados dados pelo brilhante Mark Zuckerberg e seus companheiros do Facebook. Acabou sendo completamente engolida. Marcada pelos fracassados Orkut, Google Wave, Google Health, Google Web Acelerator, Google Search Wiki, Google Audio Labs, Google Viewer, Dodgeball, Jaiku, Google Answers, Google Page Creator e outros serviços da empresa que você provavelmente nunca ouviu falar, mas que foram fracassados, a Google agora tenta provar que pode nos oferecer algo completamente novo que pode mudar nossas vidas de maneira equivalente (ou ainda mais forte) às revoluções criadas pela Apple com o Macintosh, iPod, iPhone e iPad.

A proposta é um óculos, por enquanto ainda em desenvolvimento, que mudaria nossa experiência do dia-a-dia. Assista ao vídeo abaixo e conclua.

Há também um primeiro vídeo do Project Glass, divulgado no ano passado. Confira-o logo abaixo.

Respondo à pergunta feita no título da matéria: o que esperar da proposta de revolução da Google? Esperemos que engenheiros incríveis deem seu melhor possível para que o projeto seja concretizado, daí o produto será incrível e terá um potencial ‘automágico’ para conquistar consumidores. Deseje-nos sorte. Desejem também, à Apple, que ela não fique parada no tempo.