iPod School

Programa trade-in de iPhones se expande, chegando ao Canadá

André BazagliaAndré Bazaglia
iphone-trade-in

No último dia do mês de agosto do ano passado, explicamos no que consistia o programa trade-in, que havia, na época, sido recém-anunciado pela Apple: “Entregando um iPhone de geração antiga numa Apple Retail Store, o consumidor ganha desconto na compra do iPhone de geração atual. O problema é que o o aparelho deve sair da loja com contrato com alguma operadora. Mesmo se você levar um iPhone desbloqueado para obter o desconto, terá que escolher um novo iPhone bloqueado e com contrato com alguma operadora local. Isso invibializa a participação do programa para brasileiros que estão viajando, limitando-o apenas para os que moram em terras norte-americanas”.

A novidade de lá pra cá é que a Apple continua trabalhando na expansão do programa para mais países. Em um dos banners destacados na Apple Store Masonville, no Canadá, há a mensagem: “Trade in your old iPhone and get up to $275 for a new one”, que sugere a possibilidade do consumidor receber até US$275 de crédito na loja reciclando seu iPhone.

O mesmo programa também já foi expandido à União Europeia e à India. Agora que a Apple sabe que também comemos maçãs – e temos a primeira (!) Apple Store da América Latina, no Rio de Janeiro, seria interessante se o mesmo programa chegasse ao Brasil em um futuro não muito distante.

Programador, blogueiro, estudante de Engenharia de Computação. Em busca de deixar sua marquinha no universo.

  • Jones Barcelos Monteiro

    Acho muito interessante o programa, mas como sou Brasileiro e acostumado a me dar mal, sei que tal programa não chegará por aqui, e caso chegue, me fazendo quebrar a cara, o desconto será irrisório.

  • JanjaBoy

    Que proposta escrota!!
    Mesmo que o iPhone seja desbloqueado, sem contrato, o idiota* terá que sair da loja com contrato com uma operadora?????!!!!
    Isso é falta de respeito com o idiota* que pagou mais para sair das "amarras" das operadoras.

    *(cidadão visto pela Apple)