Press "Enter" to skip to content

O novo Apple Watch

Juntamente com o iPhone 6 e o 6 Plus, a Apple anunciou hoje, 9 de setembro de 2014, o Apple Watch. O primeiro da sua linha de relógios que se conectam com o iPhone.

Screenshot 2014-09-09 16.29.26

O Apple Watch promete ser seu companheiro para qualquer hora do dia, e em qualquer situação, desde ir para a academia até ter uma reunião de trabalho. E não importa seu estilo, tamanho do seu pulso, suas atividades rotineiras, a Apple pensou em tudo, lançando o relógio com 2 tamanhos diferentes (38mm e 42mm de altura), 3 coleções sendo cada uma com 2 cores, 6 tipos de pulseiras em diversas cores.

Primeiramente cobriremos as diferenças entre os 3 modelos. Watch, Watch Sports e Watch Edition.

Screenshot 2014-09-09 17.19.30

O Watch é o modelo clássico, caixa prateada ou preta de aço inoxidável com alto polimento. O mostrador é protegido com cristal safira (já presente nos botões do iPhone 5s, é o segundo material mais resistente existente, perdendo apenas pro diamante)

Screenshot 2014-09-09 17.21.07

O Watch Sports tem caixa prateada ou cinza espacial de alumínio anodizado leve. A tela é protegida por vidro de íon X reforçado. E vêm com pulseiras de fluorelastômero em cinco cores diferentes.

Seu alumínio anodizado garante maior leveza e resistência. Sua tela protegida por íon X reforçado garante proteção sem perder a leveza.

Screenshot 2014-09-09 17.22.03

O Watch Edition  está disponível em modelos exclusivos e elegantes. Cada caixa é feita com ouro 18 quilates desenvolvida para ser duas vezes mais duro que o tradicional. O mostrador é protegido por cristal safira polido.

Screenshot 2014-09-09 17.23.21

E as cores de cada: 1ª coluna Watch, 2ª Watch Sport, 3ª Watch Edition:

Screenshot 2014-09-09 17.43.12

As pulseiras funcionam com qualquer um dos relógios, dando assim uma variedade de 6 tipos diferentes de pulseiras, com diversas cores diferentes. Ou seja, cada um pode customizar o Watch do jeito que quiser pois opções não faltam

Screenshot 2014-09-09 17.43.45

Não falta tecnologia na nova linha de acessório da Apple. Os novos relógios contam com uma coroa digital que permite navegar e interagir de um modo totalmente diferente dos que vemos por ai. Primeiramente ao apertá-la, ela funciona como botão para a tela de início, mas ao girá-la, dará zoom, navegará pelo sistema, e fará ainda muito mais. Porque, como apontado por Tim Cook, juntar os dedos para dar zoom e outros gestos como no iPhone, não seriam nem um pouco práticos em uma tela deste tamanho.

Screenshot 2014-09-09 17.24.22

Falando do que vem dentro do relógio, temos diversos sensores como: Acelerômetro, que é usado principalmente para ligar a tela quando você levanta o braço para ver a hora, ou contar passos, sentir quando você está sentado. Force Touch, que distingue se você está apenas tocando ou se está aplicando uma leve pressão sobre o relógio, permitindo assim que sejam ativadas séries de comandos específicos como menus, seleções e outros. Sensor de pulsação para controlar sua saúde. O Taptic Engine, uma peça interna do relógio que produz leves vibrações no seu pulso ao receber notificações, ou até sentir os batimentos cardíacos de um amigo que lhe enviou isto por mensagem (sim, já chegamos no nível de enviar nossos batimentos para nossos amigos). Podendo ainda usar os sensores GPS, Wi-Fi e outros do seu iPhone.

Screenshot 2014-09-09 17.58.12

O Apple Watch conta com diversas faces customizáveis, que são a primeira coisa que você vê ao levantar o braço para ver as horas. Ele recebe todas as notificações do iPhone, podendo até responder, retwittar, curtir, e diversas outras opções. Eis alguns exemplos:

Screenshot 2014-09-09 17.29.06

Nele você pode apertar o botão abaixo da Coroa, que abre uma seleção de amigos, por onde você pode rapidamente ligar, enviar mensagem, ou conversar por walkie talkie, emojis animados, e até desenhos ao vivo.

Screenshot 2014-09-09 17.56.00Screenshot 2014-09-09 17.30.28

Ele é ótimo para se exercitar também, combinando os recursos de um monitor diário de atividades físicas com um relógio esportivo avançado em um dispositivo que você pode usar o tempo todo. Ele pode monitorar uma variedade de atividades, dar dicas de quando deve se mexer mais, monitorar suas atividades, estabelecer metas baseadas na sua rotina. Com os aplicativos “Exercício” e “Atividade”, se tem acesso a listas de o que fazer e o que foi feito pelo usuário.

Screenshot 2014-09-09 17.30.12Screenshot 2014-09-09 17.59.23

Com o Watch, a Apple liberou o Watch SDK, permitindo desenvolvedores de criar seus próprios aplicativos, e já na keynote tivemos um aperitivo do que pode vir por aí. Como exemplos tivemos o app da BMW, que mostra a bateria do seu carro e até sua localização; o da American Airlines, que conta com informações do seu voo; e até um de hotéis que permite que abramos a porta do quarto acenando o relógio para o sensor.

Screenshot 2014-09-09 17.58.01

Isso fora os aplicativos que já vem nele, como o Mapas, com direções e até navegação curva a curva; Remote, que permite controlar a Apple TV ou iTunes; Remote Camera, para visualizar a camera do iPhone e tirar fotos remotamente; Música, para controlar a música do seu celular; e muitos outros.

Screenshot 2014-09-09 18.00.43

E como se não fosse o suficiente. O recurso Apple Pay, que permite que usuários realizem pagamentos encostando seus iPhones em um receptor NFC, funcionará também com o Apple Watch!

DSC_5410

O recarregamento do relógio é bem simples, uma combinação da tecnologia MagSafe usada nos MacBooks, e carregamento por indução. Basicamente, um imã que se conecta facilmente na parte de trás do seu relógio para carregá-lo.

Screenshot 2014-09-09 17.30.56

O Apple Watch é compatível com os iPhones 5, 5c, 5S, 6 e 6 Plus. Não foram divulgadas muitas informações sobre sua bateria, mas Tim Cook deu a entender que será necessário carregá-lo com certa frequência.

Ele estará disponível no início de 2015 (provavelmente no Brasil só mais para o meio) e virá com o preço de 350 dólares, o que quer dizer para nós que por aqui o preço com certeza virá bem salgado, considerando que o Gear 2 da Samsung, que custa 300 dólares, é vendido aqui por uma faixa de 1200 reais, podemos aguardar algo em torno de quem sabe 1400 ou 1500.