iPod School

NASA está trabalhando em um aplicativo vital, a ser lançado no iPhone

iMarkiMark

A NASA está trabalhando em um protótipo de um aparelho  que consiste na utilização de um sensor, em que ele detecta a presença de gáz, cloro, metano, amônia, etc.

O aparelho utiliza um sensor ligado a um chip, e neste chip contém 16 nanosensores e ele pode transmitir dados para outro aparelho telefônico ou computador, através de uma ligação ou via rede sem fio Wi-Fi, wireless.

No Centro de pesquisas Ames da NASA, um pesquisador desenvolveu o que a agência governamental americana define como: conceito de uma nova tecnologia, através do qual, será possível implementar um sistema de leitura totalmente inédito, que consiste em um sensor químico de baixo custo, implicando também em um baixo consumo da bateria em smartphones.

Jing Li, que é pesquisador da NASA, foi quem criou este dispositivo, um pouco maior do que um selo postal, podendo ser integrado ao iPhone, passando assim, a agir em conjunto para recolher, processar e transmitir os dados lidos pelo sensor (ele pode detectar por exemplo: a presença de amônia, gáz de cloro e metano) .

Este projeto foi desenvolvido no âmbito do programa CELL. Todas do Departamento de Segurança Interna (DHS de segurança), em que consiste na implantação de um sensor químico sensorial em celulares. Com este sistema, vai ser possível utilizar um dispositivo com GPS, que ficaria encarregado de ler as informações do sensor e notificaria os respectivos centros de emergência.

A principal finalidade deste projeto é proteger e dar segurança, podemos citar como exemplo, um local onde esteja ocorrendo vazamento de gáz, este dispositivo poderá reconhecer o determinado tipo de gáz e enviar os dados de nossa localização para os centros de emergência, conseguindo com isto salvar vidas.

Este não é o primeiro aplicativo desenvolvido pela NASA para o nosso precioso, lembrando que no mês passado foi lançado um aplicativo que envia dados atualizados a partir do programa espacial relacionados a esta agência, no qual se tem acesso a imagens, dados e links para os mais variados vídeos.

Se até a NASA confia nos nossos preciosos para lançar os seus aplicativos, os chamados iPhones killer ainda terão que comer muito feijão, pelo menos para alcançar ele, porque ultrapassá-lo nas vendas, convenhamos, vai ser difícil ou demorado. 🙂

Até mais…

[Via]

Paulistano, mas cearense de coração. Pai de dois filhos, sendo um autista.

  • muto manero… e pensar que cada vez mais aplicativos de diferentes empresas importantes ( entre outras… ) vão aparecer por ai.

  • Pois é, e a animação e a imaginação
    para criar tantos aplicativos, não para
    e o pior, é que tem gente que ainda reclama
    mas como diz aquele velho ditado: não se pode agradar
    a todos.
    Obrigado pelo elogio 😀
    Até mais…

  • hahaha jurão adoro teus posts, tem sempre alguma coisa diferente, mais ''no mundo da lua '' tentando aproximar do assunto. porque alguem reclamaria de ter esses aplicativos ? não é uma coisa que ajuda apenas a gente, é uma coisa de valor que afeta grande aprte das pessoas indiretamente. e sem contar que é uma mão na roda para certas empresas e empresários, lame de estudandes. particularmente eu me organizei muito mais com meu iphone. e espero que nosso precioso continue não ajudando só a mim mais a milhares de pessoas.

    • O que eu quiz dizer é que tem gente que fala que
      99% dos aplicativos é lixo e somente 1% é aprovei
      tavel, eu discordo, não sei se é pelo fato de admirar
      muito o meu PRECIOSO :), mas tudo que vem da
      Apple eu gosto e admiro, e veja você que este aplicativo
      da NASA é muito interessante, mas tem gente que vai
      falar que nao vai servir para nada fazer o que.
      Abraços Pedro H. obrigado pelo elogio 😀
      e espero que continue nos acessando
      até mais…