Press "Enter" to skip to content

Na Apple Retail Store homem é preso após pedir suporte técnico no Genius Bar

O caso aconteceu na Apple Retail Store do estado norte-americano de Connecticut, Raymond Miller levou seu Power Mac G5 para obter assistência e acabou sendo preso pela polícia local logo após o funcionário da Apple ter visto fotos de adolescentes em poses picantes no computador do usuário. Raymond Miller teria levado o seu Mac a loja para tentar resolver um problema com miniaturas que não eram correspondentes aos que haviam nos arquivos reais do Finder.

Os primeiros procedimentos que os técnicos fazem para executar reparos em Macs é analisar o computador para ver se o problema não está relacionado a determinado tipo de programa. Naturalmente o funcionário da Apple poderia ter evitado este tipo de atitude, evitando assim o constrangimento do cliente, mas aí, quem seria prejudicado por questões legais seria o funcionário, a loja e consequentemente a Apple.

A empresa de Cupertino pede aos seus clientes que retirem de seus computadores o que acharem ser de uso particular,dados de uso financeiros e relatórios técnicos de empresas, sempre que for levar o computador para assistência técnica, recomendando fazer o back-up de tudo para não ter problemas futuros.

No caso acima descrito, Raymond Miller, após ter sido pego em flagrante, foi indiciado por posse de conteúdo pornográfico infanto-juvenil e pegará cinco anos de cadeia, pena mínima para tal tipo de delito nos Estados Unidos.

Abraços

Via MM