Press "Enter" to skip to content

Microsoft desenvolverá Apps para iOS e Android

Office_iphone

E quando eu achava que muita coisa já tinha me chocado, encontro essa na internet. Parece que o velho ditado ‘Se não pode com eles, junte-se a eles’ pode, ainda, ser seguido. Em Junho desse ano, numa entrevista, Julie Larson-Green, chefe de engenharia do Windows, declarou: ‘Nós podemos proporcionar experiências únicas e diferenciadas em nossas plataformas, e também em outras. ’

A Microsoft já vem produzindo alguns apps pra iOS e Android a certo tempo. Exemplos são os apps do pacote Office, o Bing e o OneNote. Tanto que, no proeminente iOS 7, o mecanismo de busca e resposta da Siri promete ser, ao invés do Google, o Bing. Se considerarmos a rivalidade do mercado e essa barreira entre um sistema e outro, podemos chamar esse movimento da Microsoft de ‘grande passo’.

Tempos mudam. Com isso, a obsolescência nos atinge. E a ideia da Microsoft é impedir que o velho pensamento de manter as ferramentas de um sistema exclusivos naquele dispositivo, delimite a experiência do usuário. O que, bem observado por Aaron Levie, CEO da Box, só resultaria na migração total de plataforma e isso não seria bem vindo no presente momento.

É claro que, tanto os aparelhos celulares quanto os tablets que rodam Windows Phone, ambos não são a maior parcela de vendas no mercado. Responsável por apenas 3,2% de vendas de Smartphones no primeiro trimestre, com essa tacada, a Microsoft busca aumentar seus números em relação à Apple e a Google. Como? Através desses Apps, ela joga um anzol nos não usuários de Windows Phone, mostrando que o seu sistema operacional também é tão funcional quanto. Os peixes que fisgarem, aumentam esses números de vendas, promovendo a empresa num âmbito geral. Aguardemos, então, por novidades da Microsoft para nossos devices.

E vocês? O que acham da ‘abaixada de cabeça’ que a Microsoft deu?