iPod School

Microsoft ataca o iPad e supervaloriza o Surface em novos comerciais

André BazagliaAndré Bazaglia

“Cooking” – cozinhando.

O simples fato de um aplicativo que existe para o Surface se mostrar mais funcional e prático do que um aplicativo existente para iPad é explorado pela Microsoft. Esperemos que algum desenvolvedor roube a sugestão de app que a Microsoft deu de graça. 😉

“Sharing with family” – compartilhando com a família.

O Surface permite que mais de uma conta de usuário seja criada para cada usuário. Isso abre portas para ajustes de controle parental e customização total do sistema para diferentes contas. A Microsoft tem uma clara vantagem neste aspecto, não há como negar.

“Ports” – entradas.

A ausência de uma entrada para cabo USB de tamanho normal é criticada. No entanto, no lugar dela, há a entrada para um cabo thunderbolt. O uso de conectores/adaptadores pode, em algumas situações, contornar o problema. A Microsoft fez a mesma crítica para o Galaxy Tab, em outro comercial. O tablet da Samsung usa microUSB ao invés do padrão USB clássico.

[via TUAW | YouTube]

Programador, blogueiro, estudante de Engenharia de Computação. Em busca de deixar sua marquinha no universo.

  • Marcelo

    Concordo só na parte do USB, viver de adaptador ninguém merece mas iPad pra mim vai ser sempre o melhor n tem como :/

  • joaogcorrea

    Deixando os fanboyzismos de lado, hoje só mantenho meu iPad por causa da maior gama de apps na Store da Apple (especialmente os games!), que ainda supera e muito do Market da Microsoft. Mas que o Surface anda me surpreendendo e muito, anda.

  • U_Doges

    Na questão de controle dos pais, realmente nao tem como fazer outra conta. Porém tem como você colocar uma idade para não ter como baixar tais apps e você pode colocar uma senha para seus filhos não ficarem comprando sem permissão.

  • Haaze

    O que mais achei legal no surface é a multitarefa e a possibilidade de ter um desktop à seu alcance na hora que precisar, tenho certeza que o surface seria muito bem vendido aqui no brasil se viesse por um preço mais em conta do que o iPad