iPod School

iPhone totaliza, em sua história, 420 milhões de unidades vendidas

André BazagliaAndré Bazaglia

iphone-2g-steve

Uma matéria publicada hoje na versão online da Folha de S. Paulo me chamou atenção: o iPhone alcançou, ao longo de sua história, o número de 420 milhões de unidades vendidas. O número é magicamente incrível para os últimos sete anos (o iPhone 2G, que foi sua primeira geração, foi anunciado originalmente no dia 9 de janeiro).

De acordo com dados estimativos de 2012, a população brasileira é de 198,7 milhões de habitantes. A população norte-americana é de 313,9 milhões de habitantes. O exemplo mostra que o volume de vendas de um smartphone durante sete anos chega a ser maior do que a população INTEIRA de países com um altíssimo número de habitantes. Claro que uma rápida pesquisa sobre desigualdade social no Google nos expõe todas as variáveis que justifiquem que um percentual pequeno da população brasileira tem condições de ter um iPhone. E o cenário americano, apesar de ser bastante diferente, não está muito distante, já que a desigualdade no Brasil pode chegar à taxa dos EUA [fonte]. Mas o ponto é: o número (valor absoluto) de vendas do iPhone em vários países do mundo surpreende.

Atualmente, o iPhone corresponde a 53% do faturamento da companhia e faz com que a Apple responda por mais da metade do faturamento global do mercado de smartphones, de acordo com informações da Statista.

Parabéns para a Apple, que conquistou o mundo reinventando o conceito de telefonia móvel. E que a gigante de Cupertino continue nos impressionando.

[fonte: Folha de S. Paulo].

Programador, blogueiro, estudante de Engenharia de Computação. Em busca de deixar sua marquinha no universo.