Press "Enter" to skip to content

iPhone 6/6 Plus passará longe do Brasil por enquanto

000_Was8866290

A lista de países que receberão o novo iPhone em outubro foi divulgada hoje pela Apple. A matéria “iPhone 6 & iPhone 6 Plus Arrive in 36 More Countries and Territories This Month”, publicada no Apple Press Info, inclui a lista a seguir:

  • Sexta, 17 de outubro: China, India and Monaco
  • Quinta, 23 de outubro: Israel
  • Sexta, 24 de outubro: Czech Republic, French West Indies, Greenland, Malta, Poland, Reunion Island and South Africa
  • Quinta, 30 de outubro: Bahrain and Kuwait
  • Sexta, 31 de outubro: Albania, Bosnia, Croatia, Estonia, Greece, Guam, Hungary, Iceland, Kosovo, Latvia, Lithuania, Macau, Macedonia, Mexico, Moldova, Montenegro, Serbia, South Korea, Romania, Slovakia, Slovenia, Ukraine and Thailand

É notável que o Brasil ficou de fora da lista, que inclui todos os países que receberão o lançamento até o dia 31 de outubro.

De acordo com um artigo publicado no dia 10 pelo G1 [link], o Walmart iniciou vendas não autorizadas dos iPhones 6 e 6 Plus no Brasil, por preços entre R$ 3.699 e R$ 5.746. A questão é que a venda era ilegal, já que os novos iPhones ainda não foram homologados pela Anatel. Posteriormente, o produto foi removido no site brasileiro da multinacional que já atua no Brasil (com lojas físicas) há dezoito anos. A nota completa divulgada pelo Walmart após a remoção dos produtos ainda não homologados é a seguinte:

O Walmart.com esclarece que tratava-se de produtos oferecidos por terceiros, através do nosso ‘market place’ – uma plataforma na qual as empresas parceiras oferecem à venda seus próprios produtos e serviços e são diretamente responsáveis pelo conteúdo ali publicado. A empresa esclarece ainda que tão logo tomou conhecimento da irregularidade, comunicou à empresa responsável e foi feita a imediata retirada do conteúdo do site.

Com sorte, o iPhone será lançado oficialmente em terras tupiniquins em novembro. Nada impede, contudo, que usuários se aventurem em sites como Mercado Livre, que já possuem o produto importado e nos mesmos modelos que serão homologados no Brasil.