iPod School
iPod School

iOS 9: quais são as novidades?

André BazagliaAndré Bazaglia

A WWDC 2015 introduziu quatro grandes novidades hoje. A primeira foi o OS X El Capitan. A segunda foi o iOS 9, sistema operacional para iPhones, iPods touch e iPads. A terceira foi o watchOS 2, sistema operacional do Apple Watch. A quarta e última foi o Apple Music.

Nesta matéria, abordaremos o iOS 9, que não trouxe mudanças visuais relativamente grandes — o grande pulo do iOS no quesito visual continua sendo o iOS 7, mas trouxe recursos e melhorias de desempenho de bateria extraordinários. Englobaremos tudo isso nesta matéria.

Siri

A nova interface da Siri no iOS 9 trará maior praticidade ao usuário. Agora, a Siri está mais ágil em definir suas funções, além de responder aos seus questionamentos de forma mais precisa e eficiente. Ela é mais independente e aprende com o usuário. A Apple não deixou muito claro como a inteligência da Siri pode ser explorada e até que ponto o usuário deverá se preocupar em ensinar a Siri antes que ela possa tomar atitudes sozinha. Mas em um exemplo clássico da nova inteligência da Siri, um executivo da Apple explicou a partir de exemplos interessantes:

Impressionante como podemos depender muito menos das mãos e muito mais da nossa voz para tomar ações que são complexas e, em alguns casos, impossíveis de serem realizadas por interface gráfica. A tendência é que, cada vez mais, nosso celular possa nos escutar, aprender com a gente e a experiência se aproxime cada vez mais da compreensão humana — estamos longe disso, mas cada atualização do iOS continua sendo um avanço impressionante.

Em relação ao último ano, a Siri se tornará, agora, 40% mais precisa nas respostas.

Nova tela de pesquisa

apple-wwdc-2015_0718

Passando todas as telas para a esquerda, há uma nova área de pesquisas para o spotlight. O iOS, agora, além de ser capaz de apresentar resultados muito mais relevantes para pesquisas dos usuários, oferece uma tela de interação e de sugestões similar ao Google Now.

Aplicativos nativos atualizados

Alguns aplicativos nativos receberam novidades importantíssimas.

O aplicativo de Notas, por exemplo, até então era muito simples e não fazia nada além de registrar textos — que no máximo podiam ser colocados em itálico ou negrito. Agora, ele é capaz de gerenciar anotações de forma muito mais eficiente: imagens podem ser anexadas, desenhos podem ser feitos dentro dele mesmo. E a interface que organiza tudo isso é bem simples para o lado do usuário.

apple-wwdc-2015_0997

O aplicativo de Mapas, por sua vez, recebeu uma novidade similar à o que o Google já faz há um bom tempo: informações de tráfico são exibidas em tempo real dentro dele.

apple-wwdc-2015_1021

O aplicativo de Calendário, se integrando com a novidade dos mapas, também mostrou que a inteligência do sistema operacional atinge outro nível com o iOS 9: se você, por exemplo, tiver um evento agendado em seu calendário e o iOS achar conveniente que você se adiante-o, cancele-o ou adie-o por problemas de trânsito, ele lhe notificará automaticamente. Você não precisa fazer nada para isso. O único contra é que seu funcionamento é restrito por localização. Por enquanto, pouquíssimas cidades estão por dentro da novidade, e nós, brasileiros, devemos continuar recorrendo ao Google Maps ou a algum serviço similar.

apple-wwdc-2015_0704

O aplicativo de e-mails recebeu uma leve integração com o calendário: se você receber um convite por e-mail, existirá uma sugestão de adicioná-lo ao seu calendário. Ainda no quesito de inteligência do sistema, quando você receber uma ligação de um número desconhecido, na situação hipotética desde contato já ter lhe enviado um e-mail anteriormente (ou se, de alguma outra forma, o iOS tiver uma sugestão para aquele número), o palpite do iPhone para o nome do contato ficará exposto na tela.

Novo aplicativo: Notícias

apple-wwdc-2015_1068

O evento foi marcado, pela primeira vez na história da Apple, por presenças femininas. Susan Prescott, vice-presidente de marketing da Apple, subiu ao palco para falar sobre o novo app nativo “News”, ou “Notícias”, em português. Ele é, como seu nome já sugere, uma maneira de ler notícias de forma fácil, concentrada em um aplicativo na sua tela inicial. O aplicativo é bem completo. Suporta bookmarks e é inteligente a ponto de permitir que o usuário explore conteúdo e tópicos: o app dá conta de achar bom conteúdo na web.

Mais uma vez, o foco da Apple em tornar o iOS um sistema cada vez mais inteligente é evidenciada: o app aprende suas áreas de interesses em leituras de acordo com o seu uso. Com o tempo, ele se torna mais preciso em apresentar conteúdo relevante para você. Digitando Swift em um momento inicial, o resultado é exibido desde Taylor Swift até a linguagem da Apple de programação Swift. Posteriormente, o resultado é filtrado de acordo com a sua área de interesse.

apple-wwdc-2015_1202

Tim Cook, CEO da Apple, enfatizou a privacidade do aplicativo: ao contrário da maioria dos outros serviços de leitura, que vendem interesses de usuários, a Apple nem sequer captura esse tipo de informação: o usuário que está no controle, e o único que possui estes dados é ele mesmo.

Multitasking exclusivo para iPad

apple-wwdc-2015_1280

Este é um recurso que, definitivamente, os usuários que usuários do iPad irão amar: multitasking real. É possível usar dois aplicativos paralelamente. A janela poderá ser dividida e dois apps poderão ser executados ao mesmo tempo. O exemplo da imagem acima é interessante: o Facebook Messenger à direita e outro aplicativo à esquerda. É um exemplo clássico de como podemos executar duas ações ao mesmo tempo no iPad sem dependermos de alternar entre janelas o tempo inteiro para isso.

O tamanho que cada app ocupa na tela é facilmente controlado pelo usuário, que pode redimensionar as janelas de acordo com a melhor experiência que cada app lhe garantirá neste modo de multitasking. Ambos os apps ficam abertos ao mesmo tempo; você pode rolar e interagir com o conteúdo dentro deles ao mesmo tempo. E isso vai além: você pode, por exemplo, arrastar uma foto do seu álbum para o aplicativo aberto do lado (Notas, por exemplo). A integração entre duas telas é extremamente prática em algumas situações.

O recurso deve ser ativado por ação do usuário, mas o iOS, em algumas situações, pode tomar liberdade para ativá-lo sozinho. Por exemplo: se você está assistindo a um vídeo e recebe o e-mail. O vídeo pode ser exibido em um dos cantos da tela enquanto você lê seu e-mail. A experiência parece ótima. Definitivamente, apenas hoje conhecemos o real potencial da multitarefas no iPad.

Novidades no teclado para o iPad

apple-wwdc-2015_1244

O teclado recebeu novos recursos interessantíssimos. O teclado nativo do iOS agora supora vários gestos que permitem a seleção de texto de forma mais prática. Teclado externos também se beneficiam de algumas novidades de API’s que foram abertas e, mais uma vez, a criatividade dos desenvolvedores é o limite para uma melhor experiência de teclados no iOS. No teclado nativo, atalhos para recortar, copiar, colar, negritar/sublinhar e selecionar imagens ou arquivos como anexo agora estão disponíveis

Bateria

apple-wwdc-2015_1388

A bateria recebeu avanços teóricos significativos que, sem a necessidade de nenhuma atividade do usuário, já garantem cerca de uma hora a mais de duração. Além disso, há um novo modo de bateria que pode ser usado que, quando ativado, funciona como um modo de economia, garantindo mais três horas de bateria.

Alguns smartphones baseados em Android já têm recursos similares, portanto é interessante que a Apple também ofereça esta opção.

Compatibilidade

A lista de compatibilidade é bastante extensa. Ela foi apresentada por Craig Federighi, vice-presidente sênior de engenharia de software da Apple.

apple-wwdc-2015_1513

Na imagem, o aparelho que Craig está tampando é o iPod touch de 5ª geração — o iPod touch, aliás, é um aparelho que há muito tempo não é mais atualizado pela Apple. Qual será o fim dele?

Note que, apesar da lista de compatibilidade ser extensa, muitas das novidades que surgiram no evento de hoje não serão disponibilizadas de forma igualitária para todos os sistemas. O multitasking do iPad só funcionará a partir do iPad Air. Gerações anteriores do aparelho ficarão de fora a fim da manutenção do desempenho: a Apple decidiu preservar uma experiência de uso do aparelho considerada mínima, portanto deve deixar de implementar alguns recursos para não comprometer o desempenho e evitar uso de bateria intensivo.

Quando será lançado?

O iOS 9 beta já foi lançado para desenvolvedores, ou para usuários que registrarem suas UDID’s em sites como o www.sejabeta.com. O beta público dele será lançado em julho, e a versão final tem data de lançamento indefinida, mas estimada no outono do Hemisfério Norte (nossa primavera).

Programador, blogueiro, estudante de Engenharia de Computação. Em busca de deixar sua marquinha no universo.