Press "Enter" to skip to content

iOS 7: o matador do iPhone 4?

ios-7-compatibilidade

Tive a oportunidade de testar, desde ontem – e ao longo desta madrugada – o iOS 7 em meu iPhone 4. A experiência não foi tão agradável, mesmo se falando de um beta. A Apple parece ter conseguido dois feitos contraditórios: tornar o sistema ainda mais fluido no iPhone 5 e destruir por completo a fluidez que já existia no iPhone 4 desde sempre, pelo menos por enquanto.

Códigos mais pesados.

Por trás do minimalismo, códigos estão mais pesados. O aplicativo nativo de mensagens, por exemplo, possui efeitos super agradáveis na rolagem. As bolhas de cada mensagem enviada se distanciam de acordo com a velocidade que rolamos a tela. Explicaremos melhor como isso funciona, ao mesmo tempo que mostraremos mais efeitos interessantes introduzidos no iOS 7, em um vídeo futuro. Por enquanto, a observação é: a experiência do usuário, por meio de animações, torna-se mais agradável, mas isso é pesado e abusa do processamento de recursos gráficos – até mais do que deveria.

Poucas limitações foram implantadas no iOS para aparelhos antigos: a câmera não tem filtros e não salva fotos panorâmicas; os wallpapers com efeitos 3D não existem e não há opção de ativar o AirDrop. As animações pesadas e pequenas, a exemplo do ícone do relógio atualizando constante, estão presentes em todas as compilações do iOS 7. São vários pequenos detalhes que, juntos, tornaram o sistema lento. E nós odiamos coisas lentas.

Isso pode melhorar?

Não duvido nada que a Apple rode alguns códigos não-otimizados na versão do seu iOS para aparelhos antigos de propósito. Não duvido nada, também, em outro ponto de vista, que a equipe de desenvolvedores da Apple não teve tempo de otimizar o sistema em todos os aparelhos. Não podemos nos esquecer de que o sistema ainda roda em versão beta – e ainda por cima, é o primeiro beta.

Primeira conclusão: tornar o sistema não-fluido por ser lento e criar a sensação que os comandos do usuário não são respondidos na hora em aparelhos antigos foi a melhor decisão da Apple para forçar aqueles que têm devices antigos a comprarem novos. A mesma estratégia de sempre agora parece funcionar ainda mais. Obsolescência programada marcando o capitalismo – e nem a Apple sobrevive no mercado sem isso.

Segunda conclusão: a primeira conclusão pode estar completamente errada. Estamos presos em um beta. Betas são instáveis. É possível – e espero – que a Apple ainda otimize seu software novo.

Nos aparelhos de última geração, usar o iOS 7 é tão fácil e simples; nossa equipe, em geral, se apaixonou pelas mudanças apresentadas na WWDC de ontem.