Press "Enter" to skip to content

Google Play vs. App Store: Android visa melhorar qualidade de sua loja virtual

Os dois sistemas que dominam o universo dos smartphones e estão nos bolsos de quase todos nós, Android e iOS, são inegavelmente incríveis – deixando particularidades de lado. O usuário final é extremamente grato pelas inovações que a concorrência proporciona. De um lado a Google Play, de outro a grandiosa e idolatrada App Store. Na loja do sistema operacional da Apple, desenvolvedores pagam uma taxa de US$99 por ano e têm 70% da receita gerada pela venda dos seus apps. No Android, a coisa é bem parecida: desenvolvedores pagam uma taxa (só que única, não anual) de US$25 e também têm 70% da receita gerada pela venda dos seus apps.

Apesar da App Store ser a loja virtual de aplicativos com o maior quantidade de conteúdo disponível, a Apple nunca abre mão da qualidade em prol da variedade de apps. No entanto, a Google Play está ultrapassando o ritmo da Apple em passos bastantes largos. Não acredita em mim? Veja o gráfico.

app-store-vs-google

De acordo com o Wikipedia [1, 2], no final de janeiro, a Apple divulgou que eram “mais de 800 mil apps” publicados em sua loja virtual. Já a Google Play tinha 800 mil apps publicados em sua loja virtual no mês de fevereiro – as duas lojas estão coladas na quantidade de apps. Quem será a primeira a chegar ao número de 1 milhão?

Além de crescer na quantidade de apps disponíveis em sua loja virtual, o Android também cresce na qualidade. De acordo com o TechCrunch, em matéria do dia 8 de abril, foram quase 60 mil apps banidos da Google Play só no mês de fevereiro.