Press "Enter" to skip to content

Google aceita pagar US$ 17 milhões por violar política de privacidade no Safari

privacidade-na-internet

Não é só no Brasil que empresas abusam da desonestidade. A Google violava as configurações de privacidade do Safari, tanto em sua versão para computadores quanto para o iOS, a fim de ter um melhor controle de rastreio sobre a atividade dos usuários na web. Anteriormente, a gigante das buscas já havia concordado a pagar uma taxa de US$22.5 milhões para o governo dos EUA.

Agora, um ano depois do escândalo anterior, a Google foi condenada a pagar aos 37 estados dos EUA uma taxa de US$17 milhões, referente ao mesmo motivo.

[Reuters].