Press "Enter" to skip to content

Foxconn confirma que tablet da Apple será lançado no primeiro trimestre de 2010

A fabricante de produtos eletrônicos Foxconn, de Taiwan, que tem parceria com a maçã, em vários produtos, garante que teve o pedido antecipado para fabricar a futura tablet da Apple.

Segundo a DigiTimes, informou ontem de manhã que a Foxconn, vai ser a fabricante do dispositivo, citando ¨fontes de mercado¨. O dispositivo deverá estar a venda no primeiro trimestre de 2010, com uma suposta remessa inicial de 300.000 a 400.000 aparelhos. E por enquanto os preços não foram revelados.

¨As fontes indicaram que acreditam que os recursos da provável tablet, irá incidir mais sobre a funcionalidade do livro, em vez de música, e que com base na estratégia de marketing da maçã, teria bateria de longa duração, rápido acesso a internet e uma interface simples de utilizar para interação com o usuário, serão as principais características do produto¨, conforme afirma o relatório.

Ele também afirmou que a tablet virá com uma tela 10,6 polegadas, e ofereceu a especulação de que a Foxconn iria fazer os pedidos para a fabricação das telas para  a tablet, com a sua subsidiária, a Innolux Display.

Como a Apple teria que fabricar as suas proprias tablets, outros fabricantes de hardware iriam fazer o mesmo também. O relatório afirma que as fontes esperam que a HP e outros fabricantes de computadores também iriam colocar no mercado, suas próprias versões de tablets touch screen, logo após, no segundo trimestre de 2010.

O relatória confirma o que as fontes disseram ao AppleInsider, que a provável tablet irá estrear no primeiro trimestre de 2010, com as especificações já citadas: tela de 10, 6 polegadas, 3G habilitado e viria com o chip personalizado da PA Semi.

As informaçoes sobre a comercialização da tablet como um e-book parecem reforçar os relatórios recentes que a Apple estaria em negociações com editoras,  e estas por sua vez mostraram interesse em reproduzir o conteúdo no futuro dispositivo da maçã.

A Foxconn e a Apple foram manchetes no verão americano, depois que um protótipo do futuro iPhone 4G, desapareceu em uma das fábricas da empresa. Para logo em seguida, quando um funcionário foi questionado sobre o acontecido, ele teria cometido suicídio.

Até mais

Via