Press "Enter" to skip to content

Fortune: “11 iPads vendido por hora contra nenhum Microsoft Surface vendido”

A essa altura, sabe-se que a Microsoft cada vez mais concorre diretamente com a Apple. O tablet Surface e o Windows 8 são dois exemplos de grandes projetos da empresa que batem diretamente de frente com o iPad e com o OS X, respectivamente. Apesar dos dois produtos parecerem tão tentadores e serem a prova concreta de um design extremamente revolucionário e agradável produzido pela Microsoft, será que, na prática, os resultados são muito positivos para a gigante empresa em questão?

De acordo com dados divulgados pelo TUAW, não, a Microsoft não está ameaçando muito o mercado da Apple (pelo menos não tanto quanto eu esperava). O título da postagem na página financeira da Fortune (fonte da pesquisa) é bem provocativo: “11 iPads vendidos por hora versus nenhum Microsoft Surface vendido por hora”, na análise que teve duração de duas horas. As conclusões foram:

  • A movimentação (em tráfego) dentro da loja da Apple foi 47% maior em relação à Microsoft Store;
  • Os consumidores compraram em média 17.2 itens por hora na Apple Store e apenas 3.5 itens por hora na Microsoft Store. Na loja da Microsoft, apenas dois itens adquiridos não foram jogos de Xbox;
  • 11 iPads foram vendido por hora na Apple Store. Apesar da Microsoft estar pegando pesado com anúncios do Surface dentro das mídias sociais (principalmente TV), nenhum tablet foi vendido na Microsoft Store durante as duas horas em que ela foi analisada.

A pesquisa ocorreu durante a Black Friday dentro do Mall of America, em Colorado. Apesar da análise durar apenas 2 horas, o resultado é capaz de reproduzir o que acontece de maneira bem interessante, tendo em vista que, dentro do shopping onde o estudo foi realizado, a Microsoft Store encontra-se de frente para a Apple Store.

Hoje, a Microsoft veiculou um novo comercial do Surface ao seu canal do YouTube. O padrão segue o mesmo da Apple: duração de 30 segundos. A inspiração da Microsoft no anúncio foi de ótimo gosto, resta-nos esperar para ver se o resultado não tão agradável da venda da tablet na época atual (final de novembro) tem seu cenário invertido a partir do mês seguinte.

OBSERVAÇÃO: Como exposto anteriormente, a pesquisa é interessante pelo fato das duas lojas em questão se situaram uma em frente da outra. No entanto, não podemos deixar de considerar que a análise apresentada nesta matéria não representa o cenário da Apple em relação à Microsoft no mundo todo, e pelo fato da pesquisa durar apenas 2 horas, não podemos considerá-la uma verdade absoluta dentro do cenário Apple vs. Microsoft.