Press "Enter" to skip to content

Facebook é um dos maiores inimigos da bateria do iOS

Já sabemos que, por mais que o Facebook seja a rede social mais popular do mundo e esteja constantemente trabalhando para melhorar, a exemplo do novo design anunciado no começo de março – e que não chegou até hoje –, a empresa tem um sério problema para fazer seus aplicativos para o sistema operacional móvel da Apple. O aplicativo oficial do Facebook é, desde sempre, extremamente lento e instável. Ainda no ano passado, o app do Facebook era tão lento que valia mais a pena acessar o site da rede social pelo Safari. Hoje a situação melhorou bastante, mas o app ainda dá ‘crashes’ constantes. Como se já não fosse o bastante fazer com que seus usuários esperem por um tempão para algo carregar e, em seguida, rechear a raiva do usuário com um crash, a péssima otimização do app tem impacto gritante na bateria do iOS.

O desenvolvedor alemão Sebastian Düvel analisou, com a ajuda de uma ferramenta que mostra os processos que mais consomem CPU – e por mais tempo –, o que poderia estar acabando com a durabilidade da bateria do seu iPhone. Quatro processos do próprio sistema se destacam: SprintBoard, backboardd, UserEventAgent e DTMobileIS. E disparado em primeiro lugar, um processo que não é nativo do sistema entra, consumindo mais CPU do que todos os outros quatro listados: o Facebook, como você já deve imaginar.

DuvelCPUTime

Mesmo fechado (minimizado pelo multitasking), o app do Facebook acorda num intervalo de alguns minutos, faz algo durante 10 segundos e volta a entrar em um modo congelado no multitasking. O ciclo se repete infinitamente.

DuvelFlags

Temos duas soluções, uma mais simples e outra mais radical: podemos ou fechar os aplicativos do Facebook (Messenger e Facebook) da barra de multitasking ou migrarmos para o consagrado Orkut. 😛

Via AllFacebook.