Press "Enter" to skip to content

Dica importantíssima para proprietários do Gevey: faça-o reconhecer números corretamente no seu iPhone

Muita gente que viajou para o exterior na época que a Apple ainda não vendia iPhones desbloqueados possui um iPhone 4 desbloqueado de maneira não-oficial, por meio de um chip intermediário chamado Gevey. Já fizemos uma análise dele aqui no Blog há muito tempo, e basicamente, com ele, você desbloqueia seu iPhone bloqueado para a AT&T, podendo utilizá-lo com qualquer outra operadora aqui no Brasil.

A dica de hoje é restrita aos depentes do Gevey. Quem, assim como eu, depende do chip, sabe que ele não reconhece os seus contatos corretamente quando você recebe uma SMS ou uma ligacão. Para que ele reconheca, você sempre deve usar o padrão +88 (DDD) 8888-8888 em seus contatos. E o chato é que você não pode discar para os números usando este padrão, e fazer isto para todos os contatos é algo bem chato.

A dica de hoje é de como transformar o padrão americano para o brasileiro sem nem mesmo precisar do jailbreak, fazendo com que seus contatos (números) de SMS e telefone sejam identificados corretamente. Siga os simples passos logo abaixo:

1- Desligue seu aparelho e remova a bandeja do seu iPhone, e retire apenas o chip do Gevey da bandeija, deixando apenas o da sua operadora nele.

2- Ligue seu iPhone com o chip da sua operadora (sem o chip intermediário do Gevey inserido). Note que o aparelho não pegará sinal, obviamente, por ser bloqueado de fábrica, mas ao abrir o aplicativo de Contatos, você já notará que agora o padrão dos seus contatos com oito dígitos já é 8888-8888 ao invés do antigo (888) 888-88.  Desligue seu iPhone de novo.

3- Reinicie seu iPhone pela última vez, mas desta vez, com o chip do Gevey inserido juntamente com o chip de sua operadora. Você notará que o padrão brasileiro de quando você inseriu o chip de sua operadora sozinho será mantido, e seu iPhone já passará a identificar todos os contatos que te ligam ou te mandam SMS no padrão brasileiro normalmente, sem mais preocupacões. 😉