Press "Enter" to skip to content

Corpo do iPhone 6c vazou. Veja a história do 5c até aqui (análise)

Semana passada descobrimos que a Apple deverá lançar 3 novos modelos esse ano e um deles é o iPhone 6c. Veja abaixo as fotos que vazaram hoje:

 

Se forem reais, o sucessor do 5c terá melhorias no auto falante, um sistema de flash duplo, além de provavelmente receber o hardware do iPhone 6. Mas o fato é que o atual 5c já divide opiniões: é tido por parte da mídia e por usuários tradicionalistas como um aparelho controverso. Muitos alegam que esse smartphone “mais acessível” foi um fracasso de vendas para Cupertino, então é interessante para a Apple mantê-lo em produção?

O que aconteceu afinal?

Quando foram lançados em 2013, o 5c e 5s bateram o recorde de iPhones vendidos em seu lançamento. Com 9 milhões de aparelhos faturados em um fim de semana, houve um aumento de 80% em comparação às vendas do iPhone 5. Porém na composição das vendas, apenas 30% eram do 5c e a Apple não esperava por isso.

O aparente desinteresse se deu por vários fatores: seu hardware já era conhecido, não trazia novidades em relação ao iPhone 5 e principalmente porque o 5s tinha um preço perigosamente próximo do seu irmão menor – 100 dólares de diferença. Este último fator se torna o principal calcanhar de Aquiles para mim e talvez seu único “problema” realmente fosse este.

A Apple deixou claro por vários comerciais (como este acima) de que ser de plástico não era para torná-lo barato ou simples, até por que o policarbonato usado é espesso e bastante resistente, não amassando como metal e minha mãe é prova disso. Porém, levando em conta seu hardware de 2012, seria mais barato produzir um iPhone 5 do que um 5s e por consequência a Apple deveria poderia vendê-lo por menos, talvez U$449 ou U$499 ao invés dos U$549 anunciados, fazendo então um maior volume de vendas. Mas pelo jeito ela não quis popularizar essa linha e sim apenas vender mais do que um iPhone 5 fora de linha – imagine se Tim Cook tivesse mantido o iPhone 5 em circulação, o 5 teria apenas 8GB, como de praxe dos fora de linha, e não seria um bom negócio para muitos.

iPhone 5c em vendas

O fato é que passado 2013, os números de vendas de todos os smartphones daquele ano foram finalmente apurados:

No trimestre das festas de final de ano (época de maiores vendas), foram vendidos 51 milhões de iPhones. Apesar da empresa não separar este número por modelos, diversas fontes estimam que foram cerca de 13 milhões de iPhones 5c vendidos. Se este número é considerado um fracasso, o que dizer do Galaxy S4 que vendeu 9 milhões de unidades no mesmo período? Todos os aparelhos com Windows Phones da Nokia venderam 8,2 milhões de unidades, enquanto todos os Blackberrys combinados não passaram de 6 milhões. Ora, se 13 milhões é considerado um fracasso, o que dizer dos aparelhos da concorrência?

Como aponta o Blog do iPhone, o maior “fracasso” da Apple vendeu mais que o maior sucesso da Samsung, Nokia ou BlackBerry naquele período. Mas ainda sim essa não era a expectativa da Apple que esperava mais do aparelho, tanto que meses após o lançamento a empresa teve que converter parte da linha de montagem do 5c para 5s, devido a alta demanda deste segundo aparelho. Mas no final, os resultados de vendas do 5c ainda foram melhores que os da concorrência, quem explica?

Claro, hoje o mercado está evoluído, o preço das fabricantes do Android L estão baixando suas margens para bater a todo custo o iPhone 6, que é o smartphone mais vendido do momento. Em alguns meses o 5c fará 2 anos de produção e com sorte seu sucessor chegará logo para honrar o posto de smartphone mais colorido entre os mais vendidos dos Estados Unidos. Para isso a autonomia de bateria terá que melhorar, seu hardware deverá crescer e quem sabe sua tela também – embora que nas fotos dê pra entender que o padrão se manterá em 4″.

E você caro leitor, o que acha do 5c? O 6c venderá bem? Como de praxe, deixe seu comentário abaixo ou nas redes sociais.