Opinião Archives iPod School

Ao longo das últimas semanas, uma ideia consolidada pelo aplicativo Lulu ganhou força na web. Em poucos dias, o aplicativo conquistou os smartphones e tablets do público brasileiro. A ideia ainda está viva, e consiste na avaliação de homens por parte das mulheres – algumas vezes insatisfeitas por serem chutadas por você no passado e querem descontar sua persistente raiva […]

Estamos perdidos. Não, não é só por vivermos dentro de um país abandonado pelos seus próprios políticos, mas por algo mais. As gigantes operadoras brasileiras, não satisfeitas em conquistar mercado de maneira honesta e correta, muito provavelmente usam, internamente, artifícios para lesarem seus consumidores. Num mundo onde o capitalismo é confundido com ausência de ética, a exemplificação de uma realidade incontestável foi […]

Já dizia o meu professor de Literatura que o mal do século 20 era o sentimentalismo para alguns, mas que para ele era o amor não correspondido. E assim perguntava ele para todos nós que, nascidos no ano de 1997, só vivemos em plena consciência no século 21: para vocês, qual é o mal do século 21? Ouvi de tudo: […]

steve iphone 4 Apple vs. Samsung: ITC bane importação de iPhones e iPads antigos

A Comissão Internacional de Comércio dos EUA (ITC) decidiu banir, à pedido da Samsung, a importação de iPhones 4 e de um dos modelos do iPad 2 para os EUA. Pelo fato desses aparelhos serem montados na China, teoricamente isso impediria a Apple de vender tais gerações do iPhone e do iPad nos Estados Unidos. O presidente Obama tem 60 dias para invalidar a decisão do ITC – e ele é contra bloqueios de importação deste tipo.

Continue lendo >

xbox one1 Com o Xbox One e PS4, dispositivos móveis ainda têm espaço no mercado de games?

Primeiro o Playstation 4, depois o Xbox One. As duas maiores fabricantes de videogames do planeta, Sony e Microsoft, anunciaram a mais nova geração dos seus populares consoles. Já que os grandes smartphones de hoje seguem um padrão similar – com variações no hardware e no tamanho da tela, mas nada muito significativo –, usaremos o smartphone da Apple para concretizar uma comparação dos consoles fixos com os dispositivos móveis. O iPhone representará um dispotivo móvel e o Xbox One e o Playstation 4 representarão videogames não-portáteis.

Continue lendo >

Aquele que está lendo este texto com certeza já assistiu um vídeo pelo universalmente famoso YouTube. Ouso afirmar, inclusive, que boa parte desse mesmo grupo já arriscou o upload de um vídeo caseiro buscando os seus quinze minutos de fama, não é verdade? De gatinhos vivendo altas aventuras a videoclipes milionários e palestras conceituadíssimas no TED, o conteúdo encontrado no serviço de vídeos da Google é de uma variedade maravilhosa e inimaginável, contemplando toda e qualquer demanda dos tão exóticos navegantes que desbravam suas páginas dia após dia. E totalmente gratuito… até ontem.

youtube.gif Opinião: Pagar pelo Youtube   Céu, Inferno ou Purgatório?

Com sua nova proposta de canais pagos, o serviço parece apunhalar deliberada e dissimuladamente seus tão fieis usuários ao ameaçar aquilo que o levou às alturas: sua gratuidade.

E agora? Acabou o nosso desenfreado consumo de mídias hospedadas no tubo vermelho? Assistiremos à inevitável decadência daquele que dominou por anos todo o seu mercado? O Vimeo finalmente vai cair no gosto mainstream?

Continue lendo >

Em 1984, a Apple introduziu o Macintosh. O produto mudou o ecossistema inteiro do mercado de computadores. Em 2001, a Apple inovou com o iPod; ele mudou o ecossistema inteiro do mercado de músicas. Em 2007, a Apple lançou o iPhone; ele não só mudou o mercado inteiro de celulares, como também a maneira como nos comunicamos, ao mesmo tempo que tornou a Apple uma empresa muito mais popular. Em 2010, a Apple recriou o conceito de tablet com o iPad. Mas desde então, o que aconteceu?

apple Opinião: por que e quais lançamentos da Apple devemos esperar em 2013?

Continue lendo >

iphone4s box Nomeação do iPhone: quando o simples fica complicado

Ken Segall trabalhou diretamente com Steve Jobs na Apple e NexT, prestando consultoria de marketing para a Apple. Ele foi um dos escritores da campanha “Think Different”. Desde então, teve forte influência em nomes dos produtos “cupertinianos”: primeiro com o iMac, depois com a consolidação do “i” antes dos nomes de produtos. iPhone, iPod, iPad, iBook [o notebook antigo, não o app iBooks, okay?], iLife e iWork são apenas alguns exemplos. Ken, referência no meio de marketing, é autor do livro “Insanamente simples: a obsessão que impulsiona o sucesso da Apple”. Mas… por que ele ganha destaque em uma matéria aqui no iPS? Achamos uma matéria recente publicada por ele muitíssimo interessante: “iPhone naming: when simple gets complicated”. Segue abaixo a tradução feita por nós, autorizada pelo próprio Ken:

Continue lendo >

facebook home1 Opinião: Facebook Home

Um bom mochileiro da galáxia sabe que existe uma teoria que diz que, se um dia alguém descobrir exatamente para que serve o Universo e por que ele está aqui, ele desaparecerá instanteneamente e será substituído por algo algo mais estranho e mais bizarro que a proposta do Facebook Phone. Existe uma segunda teoria que diz que isso já aconteceu. Nossa conexão com a internet é cada vez mais rápida e dinâmica; vivemos num ecossistema que nos obriga, em muitas situações, a estar sempre online. É isso que a empresa comandada pelo brilhante Mark Zuckerberg explora: o que o Facebook fez foi adaptar o Android, um excelente sistema operacional, para rodar o Facebook em primeiro plano. O resto é secundário. A ideia é, em um primeiro momento, genial, já que o Facebook permite o contato com as pessoas virtualmente da maneira mais eficiente possível, com suporte a todas plataformas, mensagens de texto, mensagens de voz, compartilhamento de arquivos, fotos e vídeos e, por último, a possibilidade de realizar ligações à lá as que você realiza pelo chip telefônico de sua operadora.

Continue lendo >

Página 112345