Press "Enter" to skip to content

Cases japoneses artistícos para iPhones

Aqui onde moro no Japão, é aquele contraste, tudo o que é relacionado a tecnologia, robótica, hardware, enfim logo lembram deste país, mas aqui eles prezam muito o passado, respeitam muito as tradições antigas, ou seja é um país altamente avançado em termos de tecnologia, mas que convive em harmonia com tradições seculares.

Agora,  imaginem vocês caros amigos leitores a seguinte cena: samurais, que séculos atrás,  seriam os antigos soldados japoneses, possuissem o iPhone nos dias atuais, eu teria quase certeza de que seria parecido com a imagem acima, com desenhos e traços orientais, para não perder a tradição. Mas como hoje o Japão não é mais um país feudalista e sim capitalista, até Musashi iria se assustar com o preço deste case.

No Japão, a única empresa que vende o iPhone é a Softbank, e ainda por cima não vende desbloqueado, quis reviver o antigo espirito leal e honroso dos samurais no iPhone. Talvez por esta razão os cases foram confeccionados em material de altíssima qualidade e os desenhos chamam a atenção até dos japoneses mais tradicionais.

E para valorizar ainda mais o trabalho, cada case é pintado a mão, por artistas que tem o dom e que conhecem como eram os antigos desenhos feudais. Para finalizar, acompanha um pequeno livreto que explica a história do desenho, tudo isto acompanhado de uma grande caixa preta valorizando ainda mais o trabalho e criam um ar mais artesanal e bonito.

Mas, voltando aos dias atuais, quanto custaria a obra em si? Acho que nos tempos do samurais, um desenho assim custaria uma ajuda na colheita ou o carregamento de baldes. Só que hoje em dia, os tempos são outros. E por esta razão, cada case da Softbank sai em torno de 1000 dólares. Nós do blog temos certeza que se Musashi e sua clã vivessem nos dias de hoje e não pudessem comprar um case desses, aumentariam os casos de suicidíos no Japão, principalmente através do harakiri.

Enfim história é história.

Abraços

Via