iPod School

Armazenamento em flash do novo MacBook Air atinge velocidades de 800MB/s

André BazagliaAndré Bazaglia

mac_book_air

Mesmo que colocado em segundo plano dentro de um evento que introduziu a maior mudança na interface do iOS desde o lançamento do primeiro iPhone, em 2007, os novos MacBooks Air merecem destaque por suas novidades de hardware. Além da mágica do Haswell, o processador que é uma das peças chaves na conquista da ótima duração de bateria do novo MacBook Air – o modelo de 11 polegadas pode chegar à 9 horas de autonomia, e o de 13 polegadas à 12 horas –, o armazenamento em flash, por SSD, recebeu melhorias importantíssimas, ao mesmo tempo que apresentou alto desempenho em testes feitos.

A próxima geração do armazenamento em flash (que também equipará os novos Macs Pro), que tem sua estrutura agora baseada em PCIe, é nove (!) vezes mais rápida do que um disco rígido 5400-rpm, tradicional de notebooks. Isso equivale à um SSD 45% mais rápido do que os que equipam a geração anterior do MacBook Pro. Suas velocidades de leitura e gravação chegam a até 800MB/s – o número surpreende.

Essa combinação entre bateria e desempenho do SSD pode ser exemplificada de maneira bem simples: depois de um mês com a tampa fechada, você abrirá seu Mac e ele estará funcionando na hora. Sabe aquele delay quando seu MacBook atual “acorda” do modo sleep e troca dados do SSD com a RAM? Dê ‘tchau’ para ele.

A rede wireless super rápida 802.11ac e os dois microfones, que colaboram para a redução de ruídos em gravações, são outros recursos que caracterizam o novo MacBook Air. Falamos mais sobre ele ontem. [link].

[via MC].

Mac

Programador, blogueiro, estudante de Engenharia de Computação. Em busca de deixar sua marquinha no universo.

  • Paulo César

    Esses SSD's são incríveis <3