Press "Enter" to skip to content

Apple ganhou da Samsung!

Ontem foi anunciado o veredito sobre o que era considerado o julgamento mais importante dos últimos tempos: a guerra de patentes travadas entre a Apple e a fabricante sul coreana Samsung.

A Apple ganhou a causa e a Samsung, por perder a batalha no tribunal, foi condenada a ressarcir a Firma de Cupertino, pagando uma multa da ordem de 1 bilhão de dólares.

O interessante é que esta vitória da Apple pode abrir precedentes para outros julgamentos que ainda estão por vir, onde outras gigantes da tecnologia como o Google, Motorola e outros vão ter que repensar o modo de produzir devices sem ter que recorrer, e por que não dizer copiar os iDevices blockbusters que a Apple lançou (e que ainda pretende produzir)?

Escrevo isto porque me lembro como eram os celulares lançados até o ano de 2007 e depois, quando o iPhone Classic foi lançado. Muitas pessoas criticaram a entrada da Apple neste segmento que para a Maçã era uma incógnita. Muitos previam que a Apple iria fracassar nesta empreitada.

Pois bem, passados alguns anos, a maioria dos fabricantes de smartphones praticamente copiaram o design vencedor do iPhone 2G e posteriormente iPhone 3G, e você não pode imaginar neste caso que qualquer semelhança é mera coincidência.

Os critícos de plantão até podem querer argumentar: mas a Apple também copia produtos de outros fabricantes! Eu discordo. Ela pode até copiar, só que ela faz uma releitura para que o produto que ela lance não caia na mesmice de seus concorrentes, incorporando novidades nunca antes imaginadas e é nisto que a Apple é diferente. É o contexto daquela velha frase: “Pense diferente” .

Ontem mesmo Tim Cook, o atual CEO da Apple, liberou um memorando interno para os seus empregados, comentando a respeito da vitória nos tribunais. Vale a pena ler este comunicado porque a mensagem é linda:

Hoje foi um dia importante para a Apple e para as empresas inovadoras em geral.

Muitos de vocês têm acompanhado o processo contra a Samsung em San José nas últimas semanas. Com muita relutância, nós optamos pela ação legal, e fizemos isto depois de pedir constantemente para a Samsung para parar de copiar os nossos projetos. Para nós, este processo tem sido sempre sobre algo muito mais importante do que as patentes ou dinheiro – é tudo sobre valores. Valorizamos a originalidade e a inovação, e dedicamos as nossas vidas para fazer os melhores produtos do mundo. E fazemos isto pela satisfação de nossos clientes, e não para os concorrentes flagrantemente copiarem tudo.

Temos uma dívida de gratidão com o júri, que investiu o seu tempo para ouvir a nossa história. Ficamos felizes pela oportunidade de dizer isso. A montanha de provas apresentadas durante o julgamento mostrou que a cópia da Samsung foi muito mais profunda do que podíamos imaginar.

O júri agora já falou. Nós o aplaudimos por mostrar que o comportamento da Samsung foi intencional e por enviar uma mensagem forte e clara de que roubar não é certo.

Hoje, os valores ganharam, e eu espero que o mundo inteiro ouça.

Confira a resposta da Samsung para o resultado de ontem:

O veredito de hoje não pode ser visto como uma vitória da Apple, mas sim como uma perda para o consumidor americano. Isso vai levar à menos opções, menos inovação e preços mais altos. É lamentável que a lei de patentes pode ser manipulada para dar a uma empresa um monopólio sobre os retângulos com cantos arredondados, ou tecnologia que está sendo melhorada a cada dia pela Samsung e outras empresas. Os consumidores têm direito de escolhas, e eles sabem o que estão comprando quando adquirem nossos produtos. Esta não é a última palavra neste caso ou em batalhas sendo travadas nos tribunais em todo o mundo, alguns dos quais já rejeitaram muitas reivindicações da Apple. A Samsung vai continuar a inovar, oferecendo, assim, opções para o consumidor.

Mas no final das contas quem vai ganhar com tudo isto somos nós, consumidores, já que teremos mais opções de escolhas, e agora talvez mais diferenciadas devido aos rumos que o julgamento de ontem tomaram.

É claro que a Samsung vai recorrer do resultado, mas isto mostra que este é apenas o começo de uma batalha de patentes que ainda está por vir envolvendo a Apple e outras fabricantes de produtos eletrônicos.

Quem sabe à partir de agora os concorrentes da Apple não arrisquem mais e criem também produtos inovadores, criando assim novos mercados e consumidores.

Via: 9To5Mac