iPod School

Apple é condenada a pagar multa de US$ 532,9 milhões

André BazagliaAndré Bazaglia

Em 2012, a Samsung foi condenada a pagar uma multa de 1 bilhão de dólares para a Apple por copiar descaradamente, sem o consentimento da maçã mordida, os seus produtos. A matéria que publicamos na ocasião [link] até traz, por meio de imagens, situações onde é praticamente impossível a Samsung alegar que não clonou ideias consolidadas pela Apple: formatos de carregadores, cabos, e até a clássica smartcover foram copiados. A Samsung ainda assim recorreu à situação a fim de reduzir o valor da multa, mas este não é o foco da matéria. A cópia da Samsung era algo publicamente notável, mas isso não inocenta a Apple em todas as situações: a gigante de Cupertino foi condenada a pagar uma multa de 532,9 milhões de dólares. Desta vez, no entanto, a situação não se relaciona em nada com a Samsung. Entenderemos o motivo.

A argumentação para a multa foi que o iTunes, software da Apple que reproduz mídia digital (como músicas e vídeos) e possibilita a sincronização de dados com iPhones, iPads, iPods e Apple TV, usa patentes inventadas por uma empresa do Texas sem permissão. A iniciativa partiu da empresa Smartflash LLC, que alegou que a Apple infrigiu três de suas patentes, e pediu US$852 milhões em danos, enquanto a Apple alegou que eles valiam no máximo US$4.5 milhões. Um júri federal do Texas rejeitou os argumentos da Apple e condenou a empresa a pagar os 532,9 milhões.

Kristin Huguet, porta-voz da Apple, declarou:

A Smartflash não faz produtos, não tem funcionários, não cria empregos, não tem presença alguma nos Estados Unidos e está explorando nosso sistema de patentes para pedir royalties por um tecnologia que a Apple inventou.

No pedido pelos US$852 milhões, a justificativa da Smartflash LLC para o alto valor solicitado foi que ele corresponde a uma porcentagem de Macs, iPods, iPhones, iPads e outros produtos que possibilitam e induzem o uso do iTunes.

com informações: Bloomberg.

Programador, blogueiro, estudante de Engenharia de Computação. Em busca de deixar sua marquinha no universo.