iPod School

Após 6 meses desde seu lançamento, a iBookstore revela-se um fracasso

André BazagliaAndré Bazaglia

Já se passaram 6 meses desde o lançamento da primeira versão do iPad, apenas com Wi-Fi, no de 3 de abril. Juntamente com o iPad, um novo aplicativo foi disponibilizado pela a Apple: o iBooks, que prometia fazer uma concorrência direta com o Kindle, com a iBookstore, loja de livros da Apple.

Apesar de inicialmente parecer uma ameaça ao Kindle, na verdade a iBookstore parece ter sido um grande fracasso. A loja do Kindle possui mais de 700 mil títulos, incluindo livros e revistas, blogs, enquanto a iBookstore, do iPad, possui apenas cerca de 46.000 a 60.000 títulos. É uma diferença enorme.

A maior variedade e sucesso do Kindle também reflete nas vendas: dados postados aqui no blog à aproximadamente dois meses revelaram que para cada livro vendido pela Apple, 60 são vendidos pela Amazon.

Enquanto a loja de aplicativos da Apple (App Store) fez um enorme sucesso, a loja de livros (iBookstore) está afundando. Certamente, a Apple tomará algumas medidas necessárias para popularizar sua loja virtual de livros.

Programador, blogueiro, estudante de Engenharia de Computação. Em busca de deixar sua marquinha no universo.

  • Lord of Miojo

    Se a Apple não divulga os lucros é que é um fracasso, que nem a antiga Apple TV… tomara que ela faça o mesmo com a iBookstore… eu nunca li em um iPad, então não posso falar se é bom os livros ou não, mas me parece que são interativos, estou certo ?

  • Slider

    Andre uma pequena correcao. Quando voce diz ” dados postados aqui no blog a (craseado – n sei acentusr mo ipod lol) na verdade seria ha( com acento agudo em a). No mais, continue o otimo trabalho.

    • Na verdade há vem do verbo haver -> possuir O correto no texto seria a sem crase nem h.

      E pra acentuar é só segurara a letra desejada no teclado que aparece as opções.

      Mas isso não é importante. Sobre a iBookStore:

      Realmente acho que ela está pior que a loja da Amazon pois existe a bem menos tempo. O mesmo que acontece com outras lojas de apps em relação a AppStore.

      • Slider

        Mas no sentido de pretérito faz-se sim o uso do há. Mas, se nao quiserem corrigir, deixo estar.

  • anderson

    nao é questao de ser fracasso..
    se vc olha bem a loja da amazon já possui 3 anos a mais…

    entao fica complicado né! ?

    • Concordo.

    • ninja

      e ainda que o foco do kindle sao os livros
      quem compra um kindle compra pq quer ler livros

      o foco do ipad nao sao os livros, tanto que o app do ibooks nao é nativo

  • Vamos ser sinceros, quem compra um iPad, iPhone ou iPod touch não está nem ai ligando se da para ler livros, na hora em que comprar, isso não vai ser um diferencial decisivo.
    E esse nova geração da qual eu faço parte gosta mesmo e de jogos, outras coisas…
    Livro nós lemos no colégio 😛
    Obs: Quem concorda positiva 😀

    • Lord of Miojo

      Isso nós que já fomos/somos usuários de iOS os outros veem o iPad como um ebook da Apple…

    • vinicius

      na verdade, algumas pessoas são adultas e lêem livros. um dia você vai entender.

  • Alexandre

    Apple FAIL ¬¬
    Fico com pena da Apple mas realmente a iBookstore é algo rídiculo, porque alguem vai pagar por um livro que pode muito bem ser emprestado de graça em uma biblioteca. Cobrar por um app tudo bem, porque vc vai usa-lo por muito tempo, mas um livro vc lê e nunca mais vai usa-lo, e se fosse barato pelo menos… Além do mais acho meio retardado usar um tablet como o iPad ou o iPhone que tem tantas outras funçoes para ler livros ¬¬

    • vinicius

      segundo seu raciocínio, todas as lojas físicas de livros estão à beira da falência.