iPod School

Altkeyboard: otimizando a digitação no iPhone

André BazagliaAndré Bazaglia

O teclado do iPhone é categorizado em três telas independentes, que são separadas em três diferentes organizações de teclas. A primeira exibição do teclado, a padrão, é formada por todas as letras do alfabeto organizadas pelo padrão QWERTY. Do lado esquerdo inferior, no ícone “123”, alternamos para o teclado numérico, que também inclui alguns sinais. O último teclado, acessível a partir do ícone “#+=”, expande caracteres de sinais. Por lógica padrão, nunca temos, dentro do teclado do iPhone, a letra “a” e o sinal de exclamação (“!”) visualizadas ao mesmo tempo. Temos que brincar constantemente de alterar o layout do teclado para combinar letras, números, sinais gráficos e outros sinais tipográficos.

O que o Altkeyboard introduz é a combinação de dois teclados em um só. A associação de mais de uma letra à um símbolo retorna uma ideia criada desde sempre em teclados de computadores pessoas, com a tecla “alt”. No iPhone o funcionamento é mais adaptado à situação do iOS: a tecla “b” pode representar a respectiva letra ou o sinal de exclamação, por exemplo. Ao tocar na tela “b” e, sem soltá-la, mover o dedo para cima, o sinal de exclamação será selecionado sem que o layout do teclado seja alterado. O preview do resultado é a imagem abaixo.

altkeyboard

Mas… como ativar a tecla secundária? Simples: ao tocar em qualquer tecla, basta deslizar seu dedo para cima que a respectiva tecla alternativa será impressa no campo de texto – isso é válido dentro de qualquer app que use o teclado nativo do iOS para possibilitar a digitação.

Ao mesmo tempo que o Altkeyboard possibilita uma digitação mais rápida, alguns pontos negativos devem ser destacados: seu uso requer um pouco de prática e o teclado – pelo menos no meu iPhone – responde aos toques de maneira notavelmente mais lenta. Como toda modificação no sistema, O ‘Altkeyboard’ está disponível no Cydia, a loja alternativa à App Store exclusiva aos que fazem jailbreak nos gadgets da Apple. Se for do seu interesse, baixe-o por lá por US$0.99.

Programador, blogueiro, estudante de Engenharia de Computação. Em busca de deixar sua marquinha no universo.

  • Germano

    Opa, curti o efeito visual, parece prático!

  • Mário Q.

    Acho que a Apple deveria ter dado mais atenção à isso desde o começo. Demoramos para nos acostumar com as coisas, mas acostumamos. O caminho que o autor do post diz ser lento acaba se tornando rápido de tanto praticado…