iPod School

A Apple não tem culpa na demora da chegada de produtos no Brasil

Bruno De BlasiBruno De Blasi

Fiz uma postagem recentemente anunciando que a Apple anunciou a chegada do ilustre iPhone 4S em 22 países. Houve uma boa massa de comentários, e até alguns com perguntas produtivas, interessantes, devo dizer, mas até alguns que transparecem que não entendiam o motivo da demora da chegada de produtos novos no Brasil que tenha haver com tecnologia, como tablets, computadores, celulares e blá blá blá. Ora, as perguntas eram do tipo “por que a Apple sempre demora para trazer o iPhone/iPad/iPod?”, entre outros, mas ao que temos de ver é que, a Apple não tem culpa, é o nosso governo, mas pera lá, não estou dizendo mal sobre ele, pelo contrário, estou elogiando pela ótima atividade.

Não é uma briga, disso tenho certeza

Não é uma briga, disso tenho certeza

Como podem ver, o processo demorado para dar o estopim de vendas é por causa da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Não xingue-a porque ela está embromando, aliás, ela não está embromando, a Anatel está fazendo isto para assegurar o nosso bem e, na minha teoria, encaixar tudo nos padrões de nossa lei, tendo visto que, não é só a Apple que encontra demoras na homologação ou que pode ser barrada, qualquer empresa, até mesmo sendo empresa nacional (exemplos: Positivo, CCE, etc), pode ser barrada sim num piscar de olhos, desde que, faça algo que esteja fora das normas brasileiras, e isso já aconteceu diversas vezes.

Não sou especialista em telecomunicação, e não entendo muito desse papo — minha área é programação caso não saibam e queiram saber –, mas uma coisa que é necessário, e que ocorre na FCC, que é a Anatel dos Estados Unidos, até mesmo, a Comissão Europeia, passa-se tudo por um processo de homologação. No Brasil, digamos que temos coisas exclusivas, como visto até, as novas tomadas que temos hoje, não se encontra lá fora, e tanto é que, se você for levar um aparelho eletrônico para, vamos supor, Londres, você não vai ligar na tomada sem um adaptar caso tenha as novas tomadas. Tudo tem uma norma, e cada país tem a sua, são as leis e o que se deve cumprir para que se venda algo. É como se fosse você abrir uma loja e só pudesse começar as vendas nela com a permissão do órgão responsável lhe dando uma alvará, que no caso aqui no Rio de Janeiro, é a prefeitura, embora na Anatel é um documento e um selinho nos celulares, que se você tiver um iPhone nacional, pode olhar na traseira que deve haver, ou em “Ajustes > Geral > Sobre > Regulamentação” que há dados de todos os países.

A homologação é um processo obrigatório que acontece em todos os países. Para se vender algo de telecomunicação, precisa disso, e para se ter uma noção, já houve vários celulares barrados aqui no Brasil, como um exemplo que houve há um tempo atrás, o Google/Samsung Nexus S, que era o celular Android feito pela Google em software e em hardware pela Samsung — caracterizo o melhor Android no quesito software e atualização –, foi barrado nos testes porque o aparelho não amostrava o código de área que você estava. Por exemplo, o iPhone pode não mostrar, mas geralmente tem sempre um lugar que pode ver, que eu não sei como, mas se está vendendo hoje, é porque existe isso, mas o Nexus não tinha nenhum modo. Para piorar mais a situação da Google, a marca “Nexus” já pertencia a uma empresa, e houve uma confusão estilo Apple com iPad e uma empresa de medicina com “I-Pad”, que foi uma briga feia.

Para os que não sabem ainda, homologação é um processo para ver se o que você quer vender está conformes as normas de um estado, cidade, país ou continente. Não é só em telecomunicações que há isso, pois tem outras formas, que até brinquedos são, só que, invés de ser para estar aos conformes da lei, é para ver o nível de segurança do produto, tornando-se assim, algo defensivo, e a Anatel faz exatamente isto.

Então ninguém faz isso por brincadeira, é lei e deve-se cumprir. A Anatel demora isso tudo para o seu bem, ela quer que você compre o aparelho, que é o seu desejo, com as melhores condições para você, com 100% de compatibilidade com seu país, com tudo de acordo, que funcione bem com sua operadora, sem dar problemas, bugs, entre outros, e até para ter mais uma cisma, eles estão zelando pela sua segurança, pois vistoriam até as tomadas de carregadores. Não há burocracia, e sim há organização.

  • Diego

    Cara..eu acho que tem sim…ela sempre prioriza os mercados mais lucrativos para ela…se ela quisesse lançar mais cedo aqui..ela consegueria sim..

    • Bruno Gall

      Não tem como cara. A Anatel é assim e sempre vai ser. Ela manda o iPhone para a regulamentação para todos os países, e todos recebem juntos. Ela só tem culpa da demora depois que for homologado, mas quando é homologado, parece que a Anatel fica assim pro país inteiro: "heeey, homologamos tal aparelho!". A Anatel é um dos órgãos mais competentes desse país.

  • JanjaBoy

    Bruno, olha isso: http://pt.wikipedia.org/wiki/IEC_60906-1

    Sei que tem uma "corrente" de pessoas que estão falando do padrão de tomada elétrica no Brasil sem saber "porque".
    A matéria na revista veja é uma vergonha, uma idiota metida a jornalista, meteu o "pau" no padrão. Acredito ser mais uma matéria paga, o que é normal na veja. 😉

    • Bruno Gall

      Bem, eu odeio a tomada nova porque eu gastei uma grana para trocar as minhas UAHEUHAEHAE. Mas o que eu quis dizer da tomada é que no nosso país o padrão é este, e cabe a Anatel conferir se a tomada do produto é compatível ou não. 🙂

      Vou ler seu link, achei super interessante. 😀

    • iMark

      JanjaBoy, valeu por fornecer o link, muito bom 😉 .

      Abraços

  • Alexandre Telles

    O problema não é fazer tudo corretamente e tal… é toda a burocracia demasiadamente demorada que tem que passar pra poder vender

    • Bruno Gall

      Normas são feitas para cumprir e não é burocracia. Você acha que a FCC não tem isso também? Só que, eles tem as normas deles e a gente tem as nossas, e vice-versa.

    • JanjaBoy

      Alexandre, tem que se fazer TODOS os testes.

      Todos os países tem faixas de freqüências que são exclusivas. Imagina se um determinado modelo de telefone/roteador/aparelho de TV/etc provocar interferência nessa faixa exclusiva?

      Lembre-se disso? : http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2010/04/is

      Veja que não é só o Brasil como MUITOS dizem. 😉

      • Alexandre Telles

        mas em TODOS os países demoram assim tambem?

        • JanjaBoy

          Vê que o pessoal prendeu os iPads?

          A demora depende das leis de cada pais.

          O irritante e o pessoal que não é da área técnica falar que "se está liberado nos EUA, é frescura não liberar aqui".

          Para quem pensa assim digo que é pensamento de IDIOTA. 😉

          • Alexandre Telles

            Bom, que bom que não penso assim, né? 🙂 A questão não é inspecionar e testar o aparelho e seus componentes, e sim a demora pra isso… Essa demora toda é realmente necessaria ow são "mal planejados/mal executados" esses testes?

          • Henrique Sasaki

            Claro que é burocracia, praticamente tudo neste país para negócios é ruim.

            Nossas leis são de 23 anos atrás, temos muito ainda que melhorar. Fazer testes

            para homologar um aparelho não pode demorar tanto assim, como se explica que

            em outros países os aparelhos SEMPRE chegam MUITO antes? Simples, burocracia.

            Se os testes fossem os culpados o atraso seria de semanas não de meses.

            • JanjaBoy

              como você tem essa certeza toda?

            • Henrique Sasaki

              Porque se os testes fossem os culpados não seria sempre

              o atraso de meses, pois os aparelhos mudam.

  • Kyrodes

    Sei que você é programador, mas se quiser ser jornalista vai precisar escrever frases mais sucintas.

    Veja, por exemplo, o último parágrafo. A segunda frase deste parágrafo é gigante! Você faz cerca de 10 pausas.

    Muitas vezes, quando a frase é muito grande, você começa a abordar o outras vertentes do mesmo assunto, sem terminar a idéia anterior.

    Frases longas demais passam a impressão que você está desesperado para expor suas idéias.

    Não é necessário salpicar tanta vírgula ao longo do texto.

    Economize nas vírgulas e use mais o ponto final. Relaxe, faça uma pausa. Acabe o assunto, coloque um ponto final e comece outro. Ou então continue o assunto, mas em uma outra frase.

    Redação é uma linguagem como programação. Se você jogar todas as variáveis o interpretador não vai saber o que fazer com elas, mas se você der pausas e explicar calmamente como ele deve tratar cada objeto, o programa vai funcionar como você deseja.

    Me desculpe por criticar seu trabalho. Eu gostei bastante do assunto abordado pelo seu texto, só achei um pouco difícil de ler.

    Boa sorte nessa sua jornada como jornalista. Espero que não me leve a mal e ficarei feliz se aproveitar algo do que eu falei, assim como aprendi algo com o que você escreveu.

    • Bruno Gall

      Eu adorei seu feedback, mas este texto nem ênfase jornalística teve. Abordei livremente mais como um desabafe. Mesmo assim, obrigado pelo seu feedback.

  • Henrique Sasaki

    É problema de burocracia, o sistema não é bem organizado. Claro que é bom que exista leis que nos protejam, mas também não é bom se o orgão responsável não sabe aplica-las de forma eficiente.

  • Charles

    Olá.

    Bem, essa abordagem do Bruno Gall relatando sobre a Apple X Anatel é de extrema relevância

    visto que o país do Brasil tem "ficado" mais tempo à espera dos produtos Apple.

    Importante salientar que tdo comentário é bem vindo, ainda mais quando aborda um assunto

    de tanta polêmica como esse. Gostaria de informar mesmo que muitos aqui já sabem o que siginifca e como é o processo de homologação, um pouco mais a respeito do assunto, em breves palavras, pois como nosso amigo Kyrodes citou, para que se faça uma reportagem é nescessário ter regras de escrita, de jornalismo de editações em textos informativos, coisa que não sou e admiro quem é, pois tenho uma dificuldade na língua portuguesa ajavisto que não moro no Brasil por uns bons longos anos.

    Com minhas palavras Homologação é a conclusão, fechamento, encerramento judicial de determinado assunto após julgamento.A homologação de software no Brasil é o processo que os softwares para venda no varejo passam, conforme lei federal 9.532/97 art 61,62,63 onde ao seu término exige que as Secretarias da Fazenda devam tomar as precauções necessárias para atestar que o software não irá burlar a impressora fiscal ECF.( fonte internet )

    Sendo assim como tdos sabemos o Brasil, a minha pátria amada, infelizmente além da demóra em sancionar uma lei também tem mtas burocracias, normas ( são para cumprir ) , e muita corrupção, praticamente em tudo; também nao estou a falar mal do governo, mas infelizmente esse é um dos retratos que nosso governo deixa aparentar, por isso que nos dias de votação temos mesmo que estudar cada político e partido, para que um dia acabe com isso e podemos ter acesso de imediato como na europa de diversos produtos, não só Apple como qualquer outro produto, tencológico ou não.

    Obs. O problema atual do Brasil não é só currupção , para quem entende do assunto se pensar bem, o maior problema é a divisão de renda…que por sua vez, acarreta em surgimentos de muitos e muitos outros problemas…

    Bem, é isso. E parabéns pelo texto feito pelo Bruno Gall, Kyrodes e JanjaBoy.

  • Rodrigo

    Bruno Gall, para um jornalista só falta aprender a escrever. Você deve faltar bastante às aulas de redação ou, seu professor é uma anta, caso você tenha algum.

    • Guilherme William

      Pega leve ai amigo. Somos pessoas esforçadas a passar do nosso melhor jeito a informação para os leitores. Somos muito falhos, mas vamos melhorar. Obrigado pelo FeedBack.

    • Jadson C Rodrigues

      Rodrigo, no que você contribui para este site além de ser um babaca?

      • Rodrigo

        E o que vc contribui sendo uma "Maria Fuxiqueira" atravessando o diálogo dos outros? Limite-se a expressar suas opiniões quando o diálogo não for direcionado. Porque pelo o que consta aqui, seu nome não é Bruno Gall, tampouco alguém que possa responder por ele. Oh sim, talvez seja uma "fã histérica" loucamente apaixonada. Ser babaca é algo do qual visivelmente tú entendes mais do que eu!

        • Amigo, sou administrador desse Blog. Por favor se de ao respeito, pois todos aqui são gente como você. Se esta insatisfeito deixe sua opinião de forma respeitosa por favor.

    • Bruno Gall

      Eu até entendo e até eu mesmo me juguei que não escrevi com atos deste modo de jornalismo. Eu quis fazer algo diferente, usar outro modo de escrever, e como isto foi mais desabafe do que algo achei que os brasileiros tinham que saber, fiz assim. Se você quiser falar mal, fale, mas saiba que não vou ligar, porque tudo que tu disse é mentira. Passar bem.

      PS: as melhores críticas são aquelas com educação, e culpar um professor por isso, é uma falta de desrespeito.

      • Rodrigo

        Hahaha, "falta de desrespeito!!" Como isso é possivel? Alem de tudo, você é arrogante. Para ser um jornalista, voce nao precisa diferenciar se fez isso ou aquilo com "intuito jornalistico". Escrever adequadamente é algo que está no DNA de um jornalista ou de qualquer pessoa que tenha instrução. Uma pessoa que escreve para o publico deveria saber disto, mas percebe-se que nao é teu caso. Ainda mais "falta de desrespeito…" Me pareceu um fã de Restart: " p. falta de s. !" Êêê Brasil.

        • Amigo, me desculpe, mas sua mãe não lhe ensinou que falar palavrões é falta de educação e de respeito com os outros? Moderei seus palavrões. Sou a favor da liberdade de expressão, mas com seu devido respeito ao próximo.

  • Carlos

    Pelo oque eu vi, o "problema" é só com o iPhone, porque no site da Apple, desde o dia do lançamento já haviam o iPod Touch Branco, e o novo iPod nano.

    • Alexandre Telles

      Esse "problema" só existe no iPhone pq os touch e os nano não foram alterados, lembra? 🙂

    • Carlos Alberto

      Mas os ipods não tem transmissor de rádio e tantas outra coisas que um celular (iphone) tem.

      Então o processo de homologação é mais rápido, já que são bem menos testes a fazer.

      • Bruno Gall

        Sim. O iPod Touch tem o problema só da tomada, Wi-Fi, GPS e Bluetooth. O Nano precisa da regulamentação também, só não sei do que. No iPod Touch branco, eles só mudaram a cor. Foi que nem a chegada do iPhone 4 branco aqui no Brasil :).

  • Thiago

    Achei o artigo ótimo e realmente remos que reconhecer nossos órgãos !
    Porém eles demoram demais para a aprovação e o processo é sim burocrático demais! Ainda mais quando não rola bufunfa para a liberação !
    Mas temos q ter esses órgãos e cabe a nos exigirmos eficiência deles para q tenhamos os lançamentos mais rápidos aqui!

  • Rafael Ornelas

    Olá, Bruno!

    Considero muito importante sua abordagem sobre a homologação, já que muitas pessoas não levam isto em consideração ou, até mesmo, não dão conta de sua importância. A homologação protege o consumidor; o pecado é ela não ser obrigatória para todos os produtos. (Com certeza, teríamos bem menos reclamações no PROCON!)

    Entretanto, um regulamento que busca proteger o consumidor deve ser efetivo, sem contudo inviabilizar a comercialização de um determinado produto. É exatamente o que a acontece com os da ANATEL e também com os do órgão de classificação etária dos jogos comercializados no Brasil – que, devido aos critérios hoje estabelecidos, inviabiliza a venda de jogos na Apple Store Brasil.

    A burocracia é um mal necessário, mas quando começa a afetar o contribuinte, é necessário rever o procedimento. A padronização universal de regulamentos visa à este objetivo e parece que o Brasil insiste em nadar contra corrente! (Vide novo padrão de tomada)

    A homologação brasileira funciona? Sim! Mas as dos outros países também, e, no entanto, não são tão lentas! É uma idiotice achar que a Apple não inicia o processo de homologação no Brasil ao mesmo tempo que em outros países. Afinal de contas, ela quer vender para a maior quantidade de pessoas possível!

    No mais, sucesso com seus posts e trate de melhorar sua escrita. Informação é bom, bem redigida, melhor ainda!

  • Juliano

    Philco sharp subaru ryu.
    Arygato toshiba!
    Chupaqueédeuva!
    To falando em japonês para parecer mais intelectual como os comentários acima!

    • JanjaBoy

      Philco (Philadelphia Company) é uma empresa de produtos eletrônicos.
      Não é Japonês, então tu não és intelectual. 😉

  • Andrew

    Quanta ilusão!! Se a Apple começar a vender o Iphone 4s aqui no Brasil ao mesmo preço agora, aonde ela vai desovar os lotes antigos de todo o mundo? E outra, a principal novidade do 4S é o SIRI, e o mesmo nem tem suporte ao português ainda! Iphone 4 é um estouro de vendas aqui, e só vão lançar o 4s quando a demanda parar (povão parar de comprar), coisa que não está acontecendo e vai demorar para acontecer. O mercado está ajustado ainda para o Iphone 4 e ponto final. Infelizmente, no Brasil, a Apple somente tem interesse na margem de lucro dela e só. Nunca seremos prioridades, mesmo abrigando as fábricas da Fox aqui,,,,

    • Bruno Gall

      Como sempre, o iPhone 4, que é a versão anterior, vai ter o preço abaixado podendo custar 1000 reais, ou até menos e venderá ele em 8GB, e para acabar os estoques, as operadoras vão vender os de 16GB e 32GB até acabar, e aí sim eles começam com o de 8GB. A Apple tem interesse sim em nosso mercado, mesmo custando caro, é um mercado, tendo em vista que a cada dia que se passa eu vejo mais iPhone e iPad na rua. O Siri só tem umas linguagens aí, mas ele vai ser lançado em países fora dessas linguagens do Siri — perdoem-me, esqueci quais são as línguas do Siri.

  • Gustavo

    A ANATEL basicamente cuida de certificar que os rádios dos aparelhos operem na freqüência permitida, se não operam precisam ter característica alteradas para ter a permissão de comercialização. Como o amigo mencionou existem freqüências exclusivas, mais também existem freqüências próximas que podem se cruzar, quem meche com freqüências de radio sabe disso. As vezes existem versões brasileiras de devices por este motivo. É algo importante que deve ser respeitado. A não ser que você quer um avião caindo sobre sua casa ou ter sua segurança ameaçada por terroristas. E a respeito da tomada não e a anatel que cuida disso. Isso aí já e dos institutos de normas e padrões, metrologia e por aí vai.

    • JanjaBoy

      É difícil para quem não sabe! 😉

    • Bruno Gall

      Eu falei das tomadas porque misteriosamente todos os carregadores de celulares que tenho (Samsung, HTC, Nokia, e blá blá blá) tem o selo da Anatel, até o meu da Apple.

  • Luã

    Melhor esperar que comprar iPhones incompatíveis com o Brasil…

    • Bruno Gall

      Exatamente o que eu quis dizer! Espero que leiam isto!

  • Bruno Gall

    Tá, me espantei. Não faço mais textos com outro jeitinho, não sabia que ia pegar tão mal. O.O

    • Bruno Gall

      Aliás, eu não escrevo assim, só pra constar.

  • revigorare

    Bruno Gall relaxa man, esses "pseudo-intelectuais" que criticaram de forma agressiva só são frustados que não tem capacidade de escrever sobre qualquer coisa, e vem atacando de forma covarde.

    Criticas como as do Kyrodes são muito bem vindas, eu acho, agora moleques como o tal de Rodrigo só querem aparecer, e sentir o gostinho de alguém notar que ele existe nesse mundo, além da mamãe e da boneca inflável que guarda no quarto….

    • Bruno Gall

      Quando tem crítica agressiva eu nem ligo, para ser sincero, ignoro porque para mim, a crítica deve-se haver respeito. A do Kyrodes eu adorei, e digo que eu adoro receber críticas assim e não sabes o quanto isto é feliz para mim.

      Eu me espantei mesmo pelo fato de que, eu não consigo escrever de outra forma, tenho que voltar para aquele padrão meu de sempre, daí como não queria mudar o texto, usei meio um "desabafe" por aqui. 🙂

      Seu comentário me rendeu boas gargalhadas hahahahahahaha. Obrigado pelo comentário. 😉