Press "Enter" to skip to content

A análise completa que ninguém ainda fez: iOS 5 no iPhone 4

Finalmente, apenas hoje tive a oportunidade de atualizar meu iPhone para o iOS 5.0. Meu primeiro medo foi relacionado ao desbloqueio do meu aparelho. Utilizo o Gevey para usar a função de celular do aparelho, tendo em vista que ele é bloqueado de fábrica. Ao atualizar, a versão da baseband mudou para a 04.11.04, mas nada disto atrapalhou o funcionamento do chip: meu iPhone 4 continua desbloqueado pelo Gevey. Portanto, o Gevey é compatível com o iPhone 4 rodando o iOS 5.

Já que informei sobre o estado de desbloqueio do iPhone por um chip intermediário, vamos agora para um lado geral. Falarei agora sobre os recursos novos deste sistema operacional, ainda em fase beta.

1- Configuração sem a necessidade de um computador.

Fiquei impressionado com a simplicidade deste recurso. Em apenas quatro etapas, você já configura seu gadget sem a necessidade de uma primeira conexão com o computador.

A tela acima é a primeira que você verá assim que restaurar seu aparelho. É só deslisar a barra e seguir as etapas que você verá nas telas seguintes. Simples assim. As telas abaixo, em sequência, representam o processo de configuração inicial. Não usei o Mac ou o PC em nenhum momento e já saí com meu iPhone ativado logo após restaurá-lo, sem mesmo conectá-lo ao computador na primeira inicialização.

Como usei meu e-mail do MobileMe, uma opção do iCloud não apareceu no segundo iPhone da imagem abaixo. Se você usar qualquer e-mail normal seu, esta opção do MobileMe não existirá, e no lugar dela, haverá um ícone para você ativar ou desativar o iCloud.

E finalmente, a última etapa:

Assim que você clica no botão “Start Using iPhone”, você será levado diretamente para a tela inicial do seu aparelho, e já poderá começar a usufruir de todos os recursos fantásticos do iOS 5.

2 – Sincronização.

Sem palavras para descrever minha felicidade neste quesito. Fiquei simplesmente impressionado com a evolução da Apple na sincronização. Sabe aquela tela chata da lockscreen, em que ficava escrito “cancelar” enquanto você sincronizava seu aparelho? Pois é, tela chata né? Você não podia fazer nada enquanto o gadget sincroniza. A Apple acabou com isso, agora você pode usar seu gadget enquanto ele sincroniza. Fantástico!

A imagem acima é do meu iPhone sincronizando. Como você pode observar, ele está na tela inicial enquanto o iTunes transfere alguns aplicativos e músicas para ele. Como se já não fosse o bastante, é possível sincronizar dados sem o cabo USB! Os dados podem ser passados por Wi-Fi – esta opção deve ser configurada no menu Ajustes.

3- Integração com o iCloud

No aplicativo Ajustes, existe um novo ícone: iCloud.

Assim que você clica no menu do iCloud, ele pede seu usuário e sua senha do ID Apple. Estes dados são os mesmos da sua conta da iTunes Store/App Store, se você já tem uma. Se você ainda não tem uma, é só criar, pelo próprio aparelho.

Assim como é possível visualizar na imagem acima, você poderá combinar todos seus dados com o iCloud assim que ele for configurado. A opção de e-mail vem desmarcada por padrão, mas assim que você marcá-la, terá uma surpresa fantástica: poderá criar gratuitamente um e-mail com o final @me.com.

A imagem acima mostra o processo de sincronização de e-mails, em que o iPhone oferece a possibilidade da criação de um e-mail @me.com. Depois que você terminar toda a configuração nessa tela, o iCloud já estará ativado e funcionando normalmente.

4- Integração com o Twitter.

Finalmente o iPhone valorizou a existência das redes sociais. Agora, a partir do próprio aplicativo de Ajustes, é possível baixar o aplicativo oficial do Twitter do iPhone

Uma vez configurado a partir do menu de Ajustes, você poderá twittar ao clicar no botão de compartilhamento em qualquer foto. Haverá um novo menu chamado “Tweet”. Clique nele, escreva seu texto e aperte o botão Send. Simples, bonito, elegando e prático para compartilhar uma foto.

Também é possível twittar a partir de qualquer página do Safari, seguindo o mesmo esquema: clicando no botão do quadradinho com a seta para cima (o botão logo acima do home button).

5- Sistema de notificações.

Finalmente um sistema decente nas notificações do iOS! Agora, as mensagens não abrem em pop-up, atrapalhando seu uso no aparelho em jogos, por exemplo, que não podem ser interrompidos para você tocar em botões em alertas. O resultado final está na imagem abaixo.

A lockscreen ficou bem mais organizada. Antes, era possível visualizar apenas uma notificação. Agora não, é possível ver várias ao mesmo tempo. Além disto, quando você desliza o dedo da barra do relógio no sentido para baixo, todas as notificações são exibidas, além de dois widgets: bolsa de valores e temperatura. Muito bacana, mas falta um toque mágico: a possibilidade de ativar/desativar serviços como 3G, Edge, Wi-Fi e bluetooth deveria existir! Uma implementação parecida com o SBSettings, tweak do Cydia, seria um recurso maravilhoso, com certeza muito útil!

A imagem abaixo representa o resultado final de uma notificação na tela inicial do iPhone. Achei o visual muito bacana.

A partir do aplicativo Ajustes, você pode ajustar as opções das suas notificações, inclusive é possível voltar ao padrão antigo do iOS 4, caso você não goste do novo (o que acho muito difícil).

6- Sistema de lembretes – Reminders.

Agora, o iOS conta com um sistema de lembretes muito interessante, chamado Reminders. Ele é um novo ícone que aparece em sua tela inicial

A interface dele tanto no iPhone quanto no iPad é espetacular, e seus recursos disponíveis são maravilhosos. Funciona assim: você adiciona uma tarefa que deve realizar, juntamente com a data e a hora. O Reminders, quando configurado, poderá notificar você no horário e dia que você escolher sobre aquela tarefa, para que você não se esqueça dela. Bacana, não é? E algo muito interessante é que você pode configurá-lo baseando-se na localização do seu aparelho. Por exemplo, posso configurá-lo para que ele exiba uma notificação quando eu sair do estado da Paraíba.

Este recurso certamente será o fim de aplicativos como o Things e o Evernote.

iMessage

O aplicativo de mensagens aparentemente é igual, mas não é. O iMessage é um recurso que foi integrado ao app nativo que, quando ativado pelo aplicativo de Ajustes do iPhone, permite que você envie mensagens gratuitamente para qualquer outra pessoa que também possua um iPhone, iPod touch ou iPad. A mensagem é enviada via 3G, e os gadgets da Apple tem a capacidade de detectar automaticamente quem possui o serviço ativo ou não. Sendo assim, você mandará as tais mensagens gratuitas para estes que também possuem o iMessage ativado.

Na imagem à direita, troco mensagens com um amigo que está conectado à rede e usando o iMessage no iOS 5 também. Na imagem à direita, selecionei o botão de enviar uma mensagem para o Gustavo Gusmão, autor deste Blog, que ainda não está rodando o iOS 5, portanto não está com o iMessage ativado. A exclamação vermelha indica que ele não possui o iMessage, apenas isto, e que uma mensagem SMS normal será enviada à ele.

O sistema é super inteligente: tem a capacidade de detectar se certo amigo seu está conectado à rede ou não. Se ele está conectado, uma mensagem é enviada pelo iMessage. Se não, é enviada pelo serviço de SMS normal mesmo. Podemos dizer, desta maneira, que o iMessage é uma espécie de MSN nativo automático entre os gadgets da Apple. Muito útil, gostei desta novidade. 🙂

Mudanças pequenas:

  • A partir do menu Ajustes > Geral > Sobre, agora é possível mudar o nome do aparelho.
  • Existe um novo ícone da tela inicial chamado “Banca”. Ele é uma folder exclusiva para assinatura de revistas e jornais no iPhone, iPod touch ou iPad.
  • O ícone do FaceTime agora aparece no menu Ajustes também. Antes não aparecia.
  • O ícone “iPod” do iPhone foi transformado nos aplicativos Música e Vídeos, assim como é no iPod touch.
  • Dando um duplo clique no home button a partir da homescreen, surge um ícone novo ao lado da barra de deslizar. Clicando nele é possível tirar uma foto sem abrir o aplicativo da câmera.i
  • Dentro do aplicativo de Ajustes, há indicações de que um espaço adicional aos 5GB iniciais do iCloud poderá ser comprado.
  • No Game Center, é possível adicionar uma foto ao lado do seu perfil.
  • Existe um dicionário customizado no iOS: agora você pode adicionar suas próprias palavras customizadas (denominadas atalhos) para que o iOS corriga automaticamente elas. Sendo assim, você pode definir que a palavra “vc” seja corrigida automaticamente para “você”, por exemplo.

Por enquanto, não achei nenhum bug na nova versão do iOS, mas acredito que não levará muito tempo até que eu encontre um. Todos aplicativos que eu tinha no iOS 4 e que usei, até então, funcionaram perfeitamente no iOS 5.