No dia 25, publicamos a notícia da vitória da Apple sobre a Samsung na longa guerra de patentes entre as duas empresas. Apesar da decisão, a Samsung continuará brigando, recorrendo na justiça. Depois do memorando interno feito por Tim Cook, foi a vez da Samsung fazer o seu próprio memorando interno. Imitando até a ideia dos memorandos, é, Samsung? (risos).

 Samsung faz texto bem envolvente em memorando interno, criticando a decisão da justiça

O trecho abaixo é uma tradução literal do memorando em questão, divulgado pelo 9to5Mac.


Na sexta-feira, 24 de agosto de 2012, o júri se decidiu em nosso julgamento contra a Apple. Abaixo, segue um memorando interno que retrata a posição da Samsung sobre este julgamento:

Nós inicialmente propusemos negociar com a Apple ao invés de ir à justição, tendo em vista que eles são um de nossos mais importantes clientes. No entanto, a Apple pressionou e continuou com uma ação judicial, e nós não tivemos outra escolha a não ser contra-atacar, a fim de proteger nossa empresa.

Certamente, nós estamos muito desapontados com o veredito na Corte Distral dos EUA para o Distrito Norte da Califórnia (NDCA), e é lamentável que o veredito causou preocupação entre os nossos funcionários, bem como entre os nosso clientes fiés.

No entanto, a decisão final do júri permanece, juntamente com uma série de outros procedimentos. Nós continuaremos a fazer nosso melhor até que nossos argumentos sejam aceitos.

O veredito na NDCA contrasta fortemente decisões feitas pelos tribunais de vários outros países, como o Reino Unido, a Holanda/Países Baixos, Alemanha e Coréia, que previamente haviam decidido que nós não copiamos os designs da Apple. Esses tribunais também reconheceram nossos argumentos relacionados às nossas patentes padrões.

A história tem mostrado que ainda está por vir uma empresa que conquistou os corações e mentes dos consumidores e atingiu crescimento constante, quando o seu principal meio de concorrência tem sido o abuso total da lei de patentes, não a busca de inovação.

Nós acreditamos que os consumidores e o mercado irão ao lado daqueles que priorizam a inovação sobre o litígio, e provaremos isso sem dúvida nenhuma.

Tenho que confessar que não é só Tim Cook que sabe escrever textos envolventes.

6 respostas para Samsung faz texto bem envolvente em memorando interno, criticando a decisão da justiça

  1. Filipi disse:

    "involvente"??? Não seria "envolvente?

  2. Joao disse:

    Apesar de uma babaquisse sem procedentes, não há como negar que essa briga judicial entre as duas gigantes é uma estratégia de marketing muito bem bolada (influenciando até mesmo a Google,sendo forçada a repensar seu sistema,o que diminui as vendas não somente da Samsung,mas também de outras marcas que usam o Android). Sem ética e bom-senso,mas bem bolada.

  3. iNater disse:

    A samsung esta certa…
    Eu sou um usuário Apple mas tenho que dizer que o design dos aparelhos nao foram copiados, sao muito diferentes um do outro

  4. Dante disse:

    iNater, tem certeza disto? a caixa do galaxy é branca e quadrada igual a do iphone, o conector usb é muito semelhante o da apple, o adaptador de tomada/usb é nitidamente igual, a smartcover é 98% parecida… ate as propaganda tem um certo ar de copia (o jeito que o aparelho aparece, fone de ouvido…etc..etc..) desculpe, mas para mim é copia sim, nao tem argumento que mude isto.

    Aposto que esses outros paises que apoiaram a samsung nao pediram prototipos para analise como este juri pediu…

  5. [...] da firma de Cupertino que manter um bom relacionamento com a Samsung é importante: a própria gigante empresa sul-coreana já admitiu que a Apple é uma de suas mais importantes clientes. Apesar de importante, as relações harmônicas entre as duas empresas parece estar com os dias [...]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>