Um blog de Portugal, iClub.pt postou hoje que o grupo lusp Taboada & Barros submeteu uma ação judicial contra a Apple, e acusa a Maça de violação de concorrência e conduta comercial desleal, fatos que originaram o fecho da distribuidora portuguesa Interlog, sua subsidiária.

apple preocessada portugal Empresa portuguesa processa a Apple e exige 40 milhões de euros

A espoliação dos canais de distribuição montados e desenvolvidos ao longo de 20 anos pelas Interlog, através da proibição e limitação de fornecimento a grandes retalhistas, como a Fnac, Rádio Popular, Staples e Grupo Auchan, estão entre as principais acusações. No total, as acusações fundamentam o pedido de 40 milhões de euros de indemnização.

“A empresa portuguesa, que detinha a exclusividade dos produtos Apple em Portugal, cessou atividade em março de 2011, devido à impossibilidade de suportar as condições impostas unilateralmente pela Apple Sales Internacional, que se tinha entretanto instalado em território português e apoderado coercivamente do negócio.”

Eu só acho que é um bocadinho de dinheiro. Não é nem a primeira e nem a última vez que isso irá acontecer, agora só nos resta acompanhar e ver quem vai ganhar essa briga.

Via iClub.pt

2 respostas para Empresa portuguesa processa a Apple e exige 40 milhões de euros

  1. JanjaBoy disse:

    Não é tanto dinheiro assim.
    É muito para mim ou para você, para a Apple, é dinheiro da algibeira. ;)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>